Saúde

Covid-19: Morro da Fumaça preparada para receber a vacina

Além disso, o Município prepara salas de vacinação extras para receber a população que será vacinada.

Divulgação

O Governo Municipal de Morro da Fumaça, através da Secretaria do Sistema de Saúde, trabalha de forma constante no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19). E agora, com a eminente chegada das vacinas, as forças se concentram também em preparar o município para recebê-las e imunizar a população.

A secretária do Sistema de Saúde, Marijane Felippe, enfatiza que tudo está sendo planejado e organizado. “Estamos preparando os insumos e o pessoal que irá ofertar os imunobiológicos. Já temos, inclusive a intenção de comprar uma nova câmara conservadora para armazenar os imunobiológicos e, caso seja necessário poderemos cancelar férias de servidores neste momento para que as vacinas sejam ofertadas”, destaca.

Além disso, o Município prepara salas de vacinação extras para receber a população que será vacinada.

Vacinação ocorrerá em quatro fases

O Ministério da Saúde orienta que a vacinação dos grupos prioritários seja em quatro fases. A primeira consiste na imunização dos trabalhadores da saúde, idosos acima de 75 anos, pessoas com mais de 60 anos que moram em instituições de longa permanência e a população indígena. Na segunda fase, o foco serão as pessoas com idade entre 60 e 74 anos.

A terceira fase vacinará os que apresentam comorbidades (diabetes, doença renal, doença respiratória crônica, câncer, hipertensão, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos que receberam transplante de órgãos, anemia falciforme e obesidade grave).

Em seus discursos, o prefeito Noi Coral sempre destaca a importância da chegada da vacina. “É uma expectativa de todos e conosco não é diferente. É importante que as pessoas sejam imunizadas e que aos poucos as coisas voltem ao normal”, fala.

Recentemente, os prefeitos da Amrec decidiram credenciar o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amrec (Cisamrec) para adquirir a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, de São Paulo. Já nesta semana, o Governo Federal anunciou que irá comprar 100 milhões de doses da mesma vacina. “Estamos todos torcendo para que a vacina chegue o quanto antes, independente de qual for, o principal é que as pessoas recebam as doses”, enfatiza o vice-prefeito, Eduardo Sartor Guollo.

Notícias Relacionadas

Caminhão é destruído por incêndio na BR-101 em Laguna; VEJA O VÍDEO

Caso aconteceu na tarde desta sexta-feira (24)

Feira CasaPronta: tendências para criar a melhor versão do seu lar

Evento reunirá em Criciúma, todas as novidades dos setores da construção, decoração e mobiliário

Escola de Teatro Jônatas João celebra 2 anos em noite especial

A escola também foi contemplada com a Lei do Incentivo do Governo Federal para o ano de 2022, recurso que vai ser primordial para ampliação dos atendimentos e estrutura da instituição

Lei proíbe que condomínios de SC imponham locais para entradas de pets

Regras foram publicadas no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (23)