Saúde

Covid-19: Morro da Fumaça vacina adolescentes de 16 e 17 anos e grupos prioritários de 14 e 15 anos

Imunização destes grupos inicia às 13h desta quarta-feira

Divulgação

Morro da Fumaça inicia na tarde desta quarta-feira, dia 15, a vacinação dos adolescentes de 16 e 17 anos e grupos prioritários. A imunização acontece a partir das 13h nas unidades de saúde bairros Centro, Mina Fluorita, Naspolini, Cohab, Jussara, Graziela e distrito de Estação Cocal.

Para a vacinação dos adolescentes, ficou estabelecido que, a partir do total de doses encaminhadas pela Secretaria de Estado da Saúde, será destinada uma cota de 10% das doses, para os adolescentes de grupos prioritários e 90% das doses para os adolescentes em geral por faixa etária.

Os adolescentes devem procurar as unidades de saúde portando documento de identificação e cartão do SUS. Caso não esteja acompanhado de responsável no momento da vacina, deverá apresentar autorização conforme modelo disponibilizado no site do município.

As recomendações seguem a Deliberação CIB 180/2021 e a vacinação ocorrerá enquanto durarem os estoques dos imunizantes conforme operacionalização de cada grupo.

Quais são os grupos prioritários de 14 e 15 anos:

Gestantes;

Puérperas;

Lactantes;

Comorbidades e portadores de deficiência permanente. (Estes precisam apresentar atestado médico ou documento que comprove a condição).

Notícias Relacionadas

Motociclista tem ponta do dedo amputada após colisão com caminhonete em Urussanga

O homem, de 41 anos, também apresentava suspeita de traumatismo craniano, suspeita de hemorragia interna e fratura exposta no joelho.

Polícia Civil de Orleans incinera drogas apreendidas e avaliadas em R$ 150 mil

Tabletes e porções de cocaína, crack e maconha foram apreendidos em por volta de 30 procedimentos, tais como inquéritos e autos de prisão em flagrante.

Santa Catarina Mais Renda Empresarial começa atendimento de MEIs

A partir do dia 30 de setembro, a parceria se estenderá com o Sicoob em 95 municípios catarinenses.

Respiradores: Justiça nega devolução de dinheiro bloqueado

O juiz Petroncini usou os mesmos argumentos para anunciar a nova negativa.