Geral

CRAS/SUL abre espaço para atender 10 bairros do município de Imbituba

O objetivo é fazer a cobertura em 10 bairros do município, desde o bairro Paes Leme até Itapirubá.

Divulgação

A Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SEASTH) inaugurou a nova sede do Centro de Referência em Assistência Social. O CRAS/SUL. O espaço, localizado no bairro Vila Nova, irá atender uma região onde, anteriormente, não havia um trabalho social direcionado a atenção básica. O objetivo é fazer a cobertura em 10 bairros do município, desde o bairro Paes Leme até Itapirubá.

Com o novo espaço, será possível atender as famílias que necessitam da Assistência Social e que moram no Paes Leme, Vila Santo Antônio, Vila Nova, Sagrada Família, Campo da Aviação, Portinho da Vila, São Thomás, Guaiúba, Roça Grande e Itapirubá.

“Havia uma necessidade grande de que a Assistência Social chegasse com mais facilidade nesses bairros do município. A atenção básica tem por objetivo o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Serviços esses, que são fundamentais para o fortalecimento das pessoas que vivem na região sul de nosso município”, disse a Secretária de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Rosiane da Silva Costa.

Este é o segundo CRAS instalado em Imbituba. Anteriormente, só havia um espaço no bairro de Nova Brasília.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Imbituba 

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça confirma que município de Laguna deve fechar acessos de carros à Praia do Cardozo

Na sentença, foi determinado ainda que a prefeitura promova a instalação de placas de advertência no local e fiscalize a área, sob pena de multa diária no valor de R$ 500. A decisão busca preservar o meio ambiente e proteger os banhistas.

Infraestrutura e novos recursos para o município foram temas na Câmara de Vereadores de Orleans

Em sessão nesta segunda-feira (27), os vereadores ainda aprovaram dois Projetos de Lei e três indicações.

Vacinação contra a febre amarela terá horário estendido de atendimento em Içara

Além de quatro dias de atendimento prolongado, as unidades também terão dia “D”

Município de Balneário Gaivota que cobrava IPTU sobre lotes inexistentes, terá de fazer planejamento urbano​

Na ação proposta pelo Ministério Público (MP), foi apontada a ausência de cadastros territoriais e mapeamentos confiáveis que dão causa à cobrança indevida de IPTU relativo a lotes que fisicamente não existem