Trânsito

Criança de 7 anos tem mini-Fusca guinchado pela polícia em SC

Segundo a PM, família já havia sido orientada a não transitar com o brinquedo; mãe diz não saber da necessidade de autorização para conduzir o carro em via pública

Divulgação

Uma menina de sete anos que estava acompanhada do pai teve seu mini-Fusca apreendido pela Polícia Militar enquanto fazia uma passeio pelas ruas de Itapoá, no Norte de SC, no último sábado (1°). A família, que é do Paraná, tem casa na cidade e passava o réveillon na praia. As informações são do g1.

A mãe da criança, Simone Franca, seguia com o carro da família atrás do brinquedo e conta que o veículo estava sendo conduzido pelo pai quando foram abordados pelos policiais. Segundo a Polícia Militar, a família já havia recebido orientações para não transitar na rua com o carro infantil.

A PM alega que o veículo foi guinchado “por não oferecer condições de segurança, não possuir documentação necessária e por ser ‘dirigido’ por pessoa não habilitada”.

A polícia ainda acrescentou que quem estava na condução do veículo, na verdade, era a criança e o pai pode responder criminalmente “por entregar o veículo a condutor não habilitado e menor de idade”. Segundo a esposa, o homem foi multado e teve a habilitação suspensa. O valor da multa não foi informado.

Veículo segue guinchado

Simone contou ao g1 que, logo após a abordagem policial, a PM já acionou o guincho para levar o carrinho. A mulher relatou que nem teve tempo de mostrar a nota fiscal do brinquedo, que foi comprado no ano passado, e afirmou que um policial chegou a solicitar o licenciamento especial do veículo.

— Não sabíamos que precisava [de uma autorização]. Nós vemos mobilete, carrinho e bicicleta elétrica andar [na rua] e nunca imaginamos que não poderia. Eu disse para o policial que iríamos levar para casa e não iríamos tirar mais [da residência] — disse.

Ainda conforme a mãe da menina, o brinquedo custou cerca de R$ 12,5 mil, funciona com um motor de 40 cilindradas e é movido a gasolina. Na cidade onde moram, em São José dos Pinhais (PR), Simone diz que é comum que a criança brinque com o carrinho, acompanhada da família.

A família já retornou para casa e pretende acionar um advogado para recuperar o brinquedo. A mulher conta que, na segunda-feira (3), chegou a ir até a delegacia para tentar recuperar o mini-Fusca, mas foi informada que precisaria esperar a abertura do fórum de Itapoá. Portanto, resolveram voltar para São José.

— Ela [criança] tá super assustada. Ela vê viatura na rua e fica assustada —, contou ao g1.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski