Geral

Criciúma declara guerra contra o coronavírus e tolerância zero ao descumprimento de restrições

Ação vai intensificar as fiscalizações para cumprimento dos decretos restritivos contra a Covid-19. Comboio com carro de som e viaturas da Equipe Multi-institucional já está percorrendo os bairros da cidade para conscientização

Divulgação/Decom

Os números de casos confirmados de Covid-19, internações hospitalares e óbitos são cada vez mais preocupantes e, em Criciúma, o Governo Municipal iniciou uma ação de intensificação das fiscalizações para cumprimento de decretos restritivos contra a disseminação da doença. Intitulada “Criciúma declara guerra contra o coronavírus”, a ação promete tolerância zero para os cidadãos e estabelecimentos que não cumprirem as regras sanitárias, e conta com a parceria das entidades que compõem a Equipe Multi-institucional, principalmente para auxiliar na conscientização.

A ação foi lançada por meio de Live, transmitida do pátio externo da prefeitura na tarde desta sexta-feira (17). Logo após a transmissão online, as viaturas saíram em comboio pelos bairros, acompanhando os carros de som. “A partir de hoje nós estamos declarando guerra contra o coronavírus e tolerância zero ao descumprimento das restrições”, declarou o prefeito Clésio Salvaro. Segundo ele não haverá novo decreto, nem tão pouco lockdown. “Acreditamos que todas as medidas necessárias estão definidas, basta que todos façam sua parte”. Ainda de acordo com o prefeito, “Criciúma tem mais de 215 mil soldados e todos juntos devem vencer essa guerra”.

O comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar de Criciúma, coronel Cristian Dimitri Andrade, também participou da live e destacou a parceria da PM e demais órgãos. “Estamos juntos e engajados nessa luta contra o covid-19. Pedimos que todos respeitem as regras, que tudo isso deve passar em breve”, enfatizou o comandante.

Internações hospitalares e leitos de UTI para Covid-19

Durante a transmissão, o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, apresentou um panorama bastante preocupante sobre o número de leitos ocupados nos hospitais da cidade. Segundo ele, pelos números desta sexta-feira (17), são 28 leitos de UTI ocupados e 65 na enfermaria do Hospital São José. Além disso, são mais leitos ocupados na UTI do Hospital da Unimed e cerca de 100 pessoas atendidas todos os dias no Centro de Triagem. Ainda de acordo com o secretário, o Centro de Tratamento Coronavírus no Distrito do Rio Maina, também já está recebendo pacientes que necessitam de isolamento.

“Em nome da saúde pública pedimos que todos colaborem. Vamos cobrar e fazer cumprir os decretos. A vida está acima de tudo e a situação pede conscientização”, declarou Casagrande, acrescentando que “a Vigilância Sanitária está trabalhando 24 horas e vai fazer valer as regras para evitar a continuidade da disseminação”.

Divulgação/Decom

Desrespeito às regras gera multa

O não cumprimento das regras descritas no Decreto Municipal 815/2020 (decreto em anexo), como a obrigatoriedade do uso de máscara, proibição de aglomerações de pessoas, respeito ao distanciamento e proibição de festas e eventos particulares, pode gerar multas que variam entre R$ 1,9 mil e R$ 5,8 mil, além de processo criminal por descumprimento às regras de saúde.

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença