Geral

Criciúma decreta lockdown voluntário e sem remuneração para servidores da prefeitura

Prefeito Clésio Salvaro anunciou medida e criticou quem pede fechamento de atividades

Divulgação

Os servidores da prefeitura de Criciúma, no Sul de SC, vão poder cumprir lockdown e se afastar das atividades, desde que abram mão de parte do salário. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (17) pelo prefeito Clésio Salvaro, que anunciou a medida voluntária e não remunerada em um vídeo publicado nas redes sociais.

– Estou assinando o decreto de lockdown na prefeitura de Criciúma. Lembrando só um detalhe: lockdown sem remuneração. Não quer vir trabalhar? Não tem problema. Quer se cuidar? Ótimo. Vai ficar em casa, mas não vai receber salário – disse o prefeito.

Salvaro ainda criticou os vários pedidos que diz ter recebido para tomar a medida nos últimos dias.

– É muito fácil pedir lockdown, lockdown, lockdown quando a geladeira está cheia e o salário garantido – concluiu.

O prefeito de Criciúma também afirmou que, se dependesse dele, não haveria lockdown, pois entende que todas as atividades são essenciais e as pessoas precisam continuar trabalhando. Ele defendeu que com cuidados sanitários respeitados não haveria necessidade de paralisar as atividades.

Segundo a atualização mais recente do governo do Estado, Criciúma tem 1.167 casos ativos de coronavírus e 295 mortes causadas pela doença. São 25,2 mil casos confirmados de Covid-19 na cidade desde o começo da pandemia, há um ano.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Governadora determina força máxima para buscar e reaver os R$ 33 milhões aos cofres públicos do Estado

Daniela pediu força máxima no caso e acionou a Procuradoria-Geral do Estado para avançar nas buscas pelos valores

Após invadir casa em Chapecó, homem dorme antes de fugir com tênis e botijão furtados

Suspeito estava com uma atadura no braço direito e carregava uma mochila. Um boletim de ocorrências foi feito na segunda-feira e a polícia investiga do caso

HSJosé: setor de higienização é fundamental para entregar um serviço de excelência à comunidade

Na instituição hospitalar de Criciúma, 120 profissionais trabalham 24 horas por dia para dar atenção e levar saúde a quem precisa

Bares, restaurantes e esportes: o que pode mudar nas restrições contra a Covid-19 em SC

Decreto atual foi prorrogado até o dia 26, mas portarias com mudanças em alguns setores estão sendo debatidas