Esporte

Criciúma define representantes de Jiu Jitsu para os Jogos Abertos de Santa Catarina

Neste ano serão 17 atletas, entre a categoria feminina e masculina

Divulgação

Em seletiva no último fim de semana, a cidade de Criciúma definiu os 17 atletas que representarão o município na modalidade de Jiu Jitsu durante o 60º Jasc (Jogos Abertos de Santa Catarina) que inicia no dia 20 de novembro, em São José.

No masculino Criciúma terá representantes em todas as nove categorias: Galo, Cristiano Maffei da Silva; categoria Pluma, Fabiano Martins Rankel; no Pena, João Gabriel Freitas Zanette; categoria Leve, Iago de Bom Leandro; Médio, Manoel Miguel da Rocha Porto; Meio-pesado, Luiz Fernando Nascimento das Neves; Já no Pesado, Criciúma será representada por Henrique José Cardoso, considerado pela IBJJF o oitavo melhor na modalidade sem kimono; Super Pesado, Patrique Damasio Bressan e no Pesadíssimo, o atleta Dieferson Machado Agrimpho foi o classificado na seletiva.

Já na categoria feminina, a cidade contará com oito atletas de Jiu Jitsu. No Galo, Daiane Miguel Mendes; No Pena, Jhenyffer de Melo; Leve, Irina Scussel; Na categoria Médio, Maiara Madalena Meis; No Meio-Pesado, Juliana da Silva Teixeira; No Pesado, Angélica Montini; Super Pesado, Andressa Colla Dias; No Pesadíssimo, Luana Alexandre Machado.

De acordo com o coordenador da modalidade, Cleverson Elias de Melo, o Forçarada, a intenção é lutar para ficar entre os melhores da competição. “Todos os nossos atletas estão bem preparados e treinados, experientes já nesse tipo de disputas. Nossa expectativa é estar entre os melhores, lutando por medalhas no individual e equipe nos dois naipes”, destacou.

“Todas as equipes do nosso município estão ao longo do ano se preparando para os Jogos Abertos, e temos certeza que estaremos bem representados no Jiu Jitsu, buscando ficar entre os melhores de Santa Catarina”, frisou o presidente da FME Criciúma, Neto Uggioni.

Notícias Relacionadas

Estufa de maconha para vendas online é localizada em SC

Operação foi deflagrada pela Polícia Federal em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul

Acusado de atropelar ciclista é indiciado por homicídio culposo, em Criciúma

Condutor da Volkswagen Amarok compareceu à DP após dois dias do atropelamento. Na época dos fatos, à polícia, o motorista disse não ter visto no que o carro colidiu e que também não havia ingerido álcool.

Policial lembra tensão durante mega-assalto em Criciúma: “Não tínhamos ideia do que era”

Um ano após o ataque que aterrorizou a cidade no Sul do Estado, investigações seguem em sigilo

Menina de 3 anos morre atropelada por caminhonete em SC

Segundo os bombeiros, quando chegaram no local a criança estava morta no colo da mãe