Esporte

Criciúma encerra primeiro dia de Parajasc com 12 medalhas e um troféu

As provas seguem até domingo (12)

Divulgação

O município de Criciúma encerrou o primeiro dia de Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) com o saldo de 12 medalhas, sendo dois ouros, seis pratas, três bronzes e um troféu de 3º lugar no Geral da natação para deficientes visuais. As provas estão sendo realizadas em Itajaí, Indaial e Blumenau e seguem até domingo (12).

Na natação para deficientes físicos, o paratleta João Paulo Gregori conquistou um ouro no 100 metros costas, e medalha de prata nas provas de 50 e 100 metros livre, 100 metros peito e 200 metros medley para deficientes físicos. Já Rafael Bristot disputou a prova para deficientes visuais e garantiu um bronze na categoria 50 metros livre.

Já no atletismo, a paratleta Jucelia Carlos conquistou para Criciúma o 2º lugar no salto em altura para deficientes intelectuais, e ficou em 4º na prova de 100 metros. No arremesso de peso e lançamento de disco para deficientes intelectuais, Alvaro Vencesleu alcançou o 2º e 3º lugar, respectivamente.

Criciúma ainda foi destaque no arremesso de peso e lançamento de disco para deficientes auditivos, com o paratleta Fabio Felisberto conquistando um ouro e um bronze. No feminino, a paratleta Bianca Felisberto garantiu o 3º lugar no arremesso de peso para deficientes auditivos.

Notícias Relacionadas

Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças

Novo modelo será enviado aos estados e municipios até março

Cachoeira é interditada por tempo indeterminado após queda que matou jovem em SC

Leticia Silva Budal, de 20 anos, morreu após cair aproximadamente 50 metros dentro da cachoeira

SC tem 20 vezes mais pacientes em tratamento contra Covid do que no Natal

Em 25 de dezembro, estado tinha 1.987 casos ativos contra 45.915 de sexta-feira. SC enfrenta filas nos postos de saúde e unidades fechadas por causa do afastamento de profissionais da área.

Um ano de vacinação contra Covid-19 com início da imunização de crianças

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos é a forma que SC celebra data