Geral

Criciúma lidera geração de empregos no Sul e bate novo recorde na abertura de empresas

No primeiro semestre deste ano, foram criados 3.302 novos postos de trabalho e 4.952 novos negócios na cidade

Divulgação

Criciúma foi o município da região Sul de Santa Catarina que mais gerou empregos formais no primeiro semestre deste ano, com 3.302 novos postos de trabalho, ficando à frente de 45 cidades. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Além de liderar o ranking, Criciúma bateu novo recorde na abertura de empresas. Em sete meses, gerou 4.952 novos negócios, segundo levantamento da Casa do Empreendedor, superando os resultados de 12 meses de 2020, em que foram abertas 3.814 empresas. “Resultados de muito trabalho e controle interno, sempre buscando recursos novos e manutenção da nossa economia”, destacou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

O diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki, também falou sobre os números positivos. “Isso é fruto de uma gestão preocupada com o emprego e o empreendedorismo. Estamos sempre buscando soluções para Criciúma ser destaque. Um exemplo é o Inova Criciúma 2021, em que vamos beneficiar 10 startups com R$ 25 mil cada”,

Casa do Empreendedor

Das 4.952 empresas criadas nos primeiros sete meses deste ano, 3.209 são microempreendedores individuais (MEIs), 1.295 microempresas (MEs), 266 empresas de pequeno porte (EPPs), duas de grande porte (EGPs) e 162 de pessoas físicas (PFs).

Notícias Relacionadas

Covid-19: número de casos e óbitos tem maior queda em 2021

Apenas uma capital está com taxa superior a 80%: o Rio de Janeiro

SC tem motivos para se preocupar com o tsunami no Brasil? Entenda

O vulcão, parado há 50 anos, passou a apresentar atividades sísmicas mais fortes desde o último sábado (11) e está em sinal de alerta. Caso entre em erupção, pode gerar um tsunami que atingirá o Brasil

Handebol de Criciúma disputa fase regional do Campeonato Brasileiro Sub-16

Grupo busca neste sábado a classificação para a etapa final da competição

Veículo alugado e não devolvido é recuperado pela PRF na BR-101, em Tubarão

O motorista, de 32 anos, alegou ter locado o veículo em 2019 para trabalhar como motorista autônomo, e que não sabia da condição do veículo