Segurança

Criciúma: Polícia informa avanço nas investigações sobre assalto ao BB

Na manhã desta quinta-feira, suspeitos foram presos no Estado do Rio Grande do Sul

Divulgação

As investigações acerca do assalto registrado ao Banco do Brasil, em Criciúma, seguem sem parar. Em nota oficial, a Polícia Civil de Santa Catarina afirma que houve um considerável progresso. Na manhã desta quinta-feira, dia 3, dois suspeitos de terem participado do crime foram presos em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Ainda mais cedo, policiais encontraram uma residência supostamente utilizada como transição para fuga do crime na cidade de Três Cachoeiras/RS, um suspeito foi preso. “A residência tem vários vestígios da participação do roubo do banco do Brasil, temos todas as pistas e vamos trabalhar para futuramente prender a quadrilha”, declarou tenente-coronel e comandante do 9ª Batalhão da Polícia Militar (BPM), Cristian Dimitri Andrade.

Confira a nota oficial

A Polícia Civil de Santa Catarina informou que, a respeito do roubo ao Banco do Brasil ocorrido em Criciúma na noite de segunda-feira, dia 30, houve considerável progresso nas investigações e foram adotadas todas as providências legais sobre suspeitos do crime, por exemplo, a realização de representações judiciais em relação a eles.

Os desdobramentos dos trabalhos investigativos neste momento serão mantidos em resguardo a fim de garantir o sucesso das investigações e tão logo seja possível as informações serão trazidas ao domínio público.

Os trabalhos da Polícia Civil de Santa Catarina no caso prosseguem sendo realizados em conjunto com a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Polícia Civil de São Paulo, Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina, Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Sul, além da Polícia Militar de Santa Catarina, Ministério Público de Santa Catarina e Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina (IGP/SC).

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Queda de menino em atração no Beto Carrero World: o que se sabe e o que falta saber

Segundo boletim médico, criança segue internada com quadro de saúde estável e apresenta 'pouca sequela neurológica'.

‘Melzinho do amor’: o que se sabe até agora do produto vendido na internet e proibido pela Anvisa

Produção, publicidade e comercialização estão proibidas desde maio no Brasil e ainda não se sabe exatamente qual é a composição da substância.

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em maio

Beneficiários do Bolsa Família com NIS 5 também receberão hoje.

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 2,5 milhões

Quina de São João sorteia no sábado prêmio estimado em R$ 170 milhões.