Serra

Criciúma registra temperaturas negativas

Na relva, a temperatura chegou a -1 grau; massa se ar frio permanecerá até segunda-feira.

A massa de ar frio presente na região desde o início da semana chegou no seu nível máximo na madrugada e amanhecer desta quinta-feira. De acordo com o climatologista da Epagri de Urussanga, Márcio Sônego, na relva, a temperatura chegou a -1 grau em alguns pontos de Criciúma. Já nas demais regiões da cidade a temperatura registrou 1.9 graus.

O registro mais baixo em Santa Catarina ocorreu na cidade de Urupema, com -5.3 graus, e -5.2 graus no município de Ponta da Serra. Esta condição climática permanecerá até a próxima segunda-feira no Estado.

Conforme Sônego, este é o frio mais intenso desde 2013, quando uma massa de ar frio semelhante ocorreu na região. No Vale do Araranguá, nas cidades de Jacinto Machado e Santa Rosa do Sul, por exemplo, as temperaturas não foram tão baixas, pois uma brisa presente naquela região impediu que os termômetros despencassem ainda mais. 

Com temperaturas negativas, diversas cidades da região serrana amanheceram cobertas de uma forte camada de geada. Nas baixadas foi possível ver a geada entre campos e vales. A atração principal ficou concentrada na Praça Cesário Amarante, em São Joaquim, onde árvores congelaram com as baixas temperaturas. Turistas que passavam pelo local ficaram encantados com a beleza cristalina.

Com informações do Portal Engeplus

  • eb7050fdc2842a3821655d74eca62940
  • 43ed388e98c4b035856f2857f13fa95a
  • beba752461eddc0560baaf7a6eb54732
  • 949bfb48f507249f8a428c3fa775e105
  • 492098bb4ed1ccd1ecec1e186de8f2bd
  • acdf25f34915953adb042fb0b7f13aff
  • f8c138a6d6e1cea39a69d249490f8822
  • e539f7e187165c1855ef992eca069dd9