Política

Cursos do ProArt podem ser retomados após criação de comissão de pais e indicação legislativa

A noite dessa segunda-feira (13) foi importante para a futuro das atividades do Centro Sociocultural ProArt, de Orleans. Os encaminhamentos foram dados durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores e em reunião com aproximadamente 200 pessoas, entre pais, alunos e equipe do ProArt, no Centreventos Galliano Zomer.

Nesta última, foi decidido pela criação de uma comissão de pais. O objetivo é unir forças para manter a realização de todos os cursos. “Nós nos reunimos ontem com pais e alunos para expor a real situação e falar sobre os cursos que foram paralisados. Explicamos que estamos abertos para quem quiser colaborar de alguma forma e isso foi bem aceito pelos presentes na reunião”, explicou gestor cultural do projeto, Marcelo da Silva Lole.

Além disso, foram pensadas em algumas ações, tais como a realização de uma festa julina no próximo mês e de um pedágio solidário em agosto, com objetivo de arrecadar recursos. “Nosso intuito é fazer com que a comissão de pais una força junto ao Centro Sociocultural ProArt. Com isso, pretende-se, por meio de conversa com o Poder Executivo, mostrar as prioridades e cobrar mais envolvimento por meio de repasses de recursos para dar continuidade aos cursos paralisados”, completou.

Entre os cursos, estão o de teatro, capoeira, aeróbica/zumba, acordeom, bateria e teclado/piano. Contudo, esta não é a única esperança, tendo em vista que a Indicação nº 24/2016 foi aprovada por unanimidade pelos vereadores de Orleans na sessão ordinária. Ela solicita que o Poder Executivo celebre convênio com o ProArt no valor de R$ 48 mil para a manutenção dos trabalhos desenvolvidos pela entidade.

Após a celebração do convênio, a Câmara de Vereadores se compromete em devolver R$ 8 mil para a Prefeitura por mês, a partir de julho. Este valor será fruto da economia realizada por vereadores e funcionários da Casa Legislativa. A indicação foi encabeçada pelo vereador Cristian Berger (PP), mas foi assinado por todos os demais legisladores. “Com esse convênio, com a realização de algumas atividades e com a mobilização da população poderemos retomar à normalidade das atividades do ProArt”, garantiu o coordenador.

Contudo, aguarda-se, ainda, uma decisão do prefeito de Orleans, Marco Antonio Bertoncini Cascaes. “Agora precisamos aguardar esta decisão. A Câmara de Vereadores tem recurso e quer repassar, mas isso só pode ser feito se o prefeito concordar. Então está nas mãos dele enviar o Projeto de Lei para a Casa Legislativa, que, com certeza, será aprovado”, completou.

Mais de 450 alunos são atendidos com os cursos gratuitos oferecidos pelo Centro Sociocultural ProArt, fundado em 2006. Dentre os cursos ainda oferecidos, estão: violão, guitarra e baixo; dança; artesanato, pintura em tecido, patchwork, pintura em tela e tricô/crochê; curso básico de informática, Corel Draw e Fotoshop. Além disso, no local, há, ainda, a Biblioteca Pública Municipal.

O ProArt fica localizado na Rua Ettiene Galdenty Stawiarski, nº 556, no Centro de Orleans, ao lado da rodoviária. Para mais informações, acesse o site do projeto ou ligue para (48) 3466-2003.

  • 3f2f5e40e041cc71fe1e6b0dd0ef97f7
  • 47b70437670b4a39f4130b9f53f2a62b