Geral

Data para chegada dos respiradores em Santa Catarina ainda é incerta

Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, disse em coletiva que os equipamentos podem ser entregues em três ou quatro dias.

Divulgação

Durante a coletiva, realizada na sexta-feira (8) para atualizar os números de coronavírus em Santa Catarina, o governador Carlos Moisés (PSL) foi indagado sobre a chegada do primeiro lote dos respiradores ao Estado. Moisés preferiu que o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, respondesse o questionamento. Pois, segundo o governador o secretário está acompanhando de perto as atualizações diárias sobre o caso.

Ribeiro disse que apesar do acompanhamento diário, e mesmo sendo muito firme nesse processo de entrega dos equipamentos, existe ainda uma certa dificuldade em ter definições de datas.

“A última informação, que parece que é a mais segura é de que nos próximos três ou quatro dias devemos ter algum movimento de entrega de quantitativo de equipamentos”, destacou o secretário.

A previsão anterior, de acordo com a Veigamed, empresa fornecedora contratada pelo governo do Estado, era de que os 50 dos 200 respiradores artificiais chegassem ao Brasil na noite deste sábado, (9).

Apagando incêndios

Ainda na coletiva, Moisés disse que nos 30 anos que atuou no Corpo de Bombeiros nunca apagou tanto incêndio num ano só como nesse um ano e meio de governo. “Apago incêndios diariamente”, disse.

A fala foi após o questionamento da possível saída do secretário de Estado da Administração, Jorge Tasca. Moisés admitiu que teve uma conversa com o secretário sobre insatisfações e mudanças no fluxo de trabalho. “Não posso dizer o que vai acontecer amanhã”. Ao ser questionada a assessoria disse que Tasca segue no governo.

Entres os outros incêndios, como classificados pelo governador, um dos principais é o caso da compra de 200 respiradores mecânicos por R$ 33 milhões. Os equipamentos ainda não foram entregues e renderam a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Assembleia Legislativa de SC, após as denúncias por parte da ex-servidora comissionada Márcia Regina Geremias Pauli. A primeira reunião da CPI dos respiradores está marcada para o dia 12 de maio.

E recaem ainda sobre o governador a saída do ex-secretário de Saúde, Helton Zeferino e o pedido de exoneração do chefe da Casa Civil, Douglas Borba, que tramita na Assembleia Legislativa.

Coronavírus em SC

Os números atualizados no balanço divulgado na sexta-feira (8), mostram que Santa Catarina registra 3.205 casos confirmados de Covid-19. E o números de mortes é de 63 óbitos em 34 cidades.

Com informações do site ND Mais

Notícias Relacionadas

Respiradores: PGE aguarda depósito de mais R$ 2 milhões em favor do Estado a partir desta segunda

Com o depósito, o valor recuperado chega a 40% do total

“A verdade, o quanto antes”: Governador Moisés pedirá agilidade nas investigações envolvendo processo de compra de respiradores

O governador falou sobre a decisão da justiça de encaminhar o processo que apura o procedimento de compra de respiradores pelo Governo do Estado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ)

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença