Geral

Defesa Civil de Criciúma dá orientações sobre como agir em casos de desastres naturais

Previsão é de fortes chuvas e formação de um novo ciclone extratropical com menos intensidade para esta terça (7) e quarta-feira (8).

Divulgação

Orientações para o enfrentamento de ventos e chuvas fortes, alagamentos e queda de árvores fazem a diferença. Por conta disso, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Criciúma dá orientações para a população saber como agir em casos de desastres naturais. O alerta serve para as fortes chuvas devem atingir a região nesta terça (7) e quarta-feira (8).

“Temos a previsão de um novo ciclone se formando, iniciando hoje e vindo do Oeste, atingindo o litoral sul amanhã na parte da manhã. Segundo as previsões, é de menos intensidade. Na formação de um ciclone sempre temos bastante chuva”, explicou o chefe de Departamento de Operações da Defesa Civil Municipal, Jeferson Santos.

A primeira orientação para casos de ventos fortes, como os que aconteceram na semana passada, é buscar um abrigo fechado. A pessoa deve se manter longe de árvores, placas, postes de energia e quaisquer outros objetos que possam ser arremessados. Outras recomendações são ficar longe de janelas e mantê-las fechadas, não estacionar veículos próximos de torres e placas. Se possível, desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Em casos de alagamentos e inundações, deve ser evitado o contato com a água, não dirigir em locais alagados, evitar transitar em pontilhões, passar em pontes submersas e cuidar com crianças próximas de rios e ribeirões. Em casos de ocorrências, os atendimentos de emergência podem ser feitos pelos números da Defesa Civil: 199, (48) 3437-5342 e (48) 99162-9006.

Canal Auxiliar

Na região central, o Canal Auxiliar está conseguindo conter o grande volume de água em decorrência da chuva desta terça-feira (7). Obra de prolongamento do Canal Auxiliar do Rio Criciúma tem 1,7 metros de extensão. A segunda etapa das melhorias, avaliada em R$ 15 milhões, compreendeu o trecho entre as ruas Vitório Serafim e Ângelo Peruche, no bairro Santa Bárbara.

Ocorrências registradas na semana passada

Por conta do ciclone extratropical que passou por Santa Catarina na semana passada, a Defesa Civil atendeu ocorrências de queda de árvores em rede elétrica, destelhamento e obstrução de vias públicas em Criciúma. As ocorrências foram registradas nos bairros Vera Cruz, Próspera, São Cristóvão, Michel, Boa Vista, Operária Nova, Centro, Mina Brasil, Renascer, Santa Bárbara, São Luiz, Mineira Nova, Jardim Angélica, Rio Maina e divisa do município com Siderópolis. Os acidentes não apresentaram vítimas em Criciúma.

Para se proteger de ventos fortes:

– Busque um local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados;

– Proteja-se em local abrigado e distante das janelas;

– Em caso de ocorrências, o número da Defesa Civil é 199.

Para se proteger de alagamentos e inundações:

– Evite contato com as águas e não dirija em locais alagados;

– Evite transitar em pontilhões e pontes submersas;

– Cuidado com crianças próximas a rios e ribeirões;

– Em caso de ocorrências, o número da Defesa Civil é 199.

Colaboração: Comunicação DECOM

Notícias Relacionadas

Operação contra o furto de gado é realizada no Sul

As fiscalizações aconteceram em Gravatal, Içara, Morro da Fumaça e Bom Jardim da Serra. Pelo Estado, outras cidades também fazem parte das investigações.

Reunião com a Defesa Civil municipal debateu estratégias para o frio intenso em São Joaquim

A Defesa Civil alerta que a onda de frio intenso pode causar prejuízos na agricultura, congelamento de canos e rodovias, por isso um cuidado especial muita atenção nessas áreas.

Secretaria de Saúde de Criciúma fará ação de conscientização contra o Aedes Aegypti

Ação ocorrerá neste sábado (15) nos bairros Próspera e Nossa Senhora da Salete

Defesa Civil de Criciúma realiza abertura da Operação Primavera e do Curso de Agente Voluntário nesta terça-feira

Evento inicia às 19h, no plenário da Amrec. Operação visa executar atividades de prevenção no município