Geral

Defesa Civil reconhece surpresa com o granizo

Em Criciúma o coordenador assegura que não houve registros de destelhamentos ou danos de residência.

Divulgação

A pancada de chuva forte acompanhada de granizo no início da noite desta segunda-feira, 12, causou surpresa em Criciúma e região. “Havia uma previsão de chuva forte, pela passagem de uma massa de ar frio, mas não com essa intensidade”, afirma o coordenador da Defesa Civil de Criciúma, Dioni Borba. “Houve uma variação de ventos e temperatura que acabou trazendo esse granizo. Não tinha previsão para isso. Fomos pegos de surpresa”, reconhece.

Em Criciúma o coordenador assegura que não houve registros de destelhamentos ou danos de residência. Ficou no susto mesmo. “Tivemos alguns pontos de alagamento de ruas pela cidade”, informa Borba. A rua Celestina Zilli Rovaris, no Centro, partes da Avenida Centenário, a esquina da Álvaro Catão com a rua Araranguá e nas proximidades do Paço, entre os bairros São Luiz, Milanese e Santa Bárbara, foram os pontos com mais problema. “Houve lâminas de até 30 centímetros de água nas ruas, gerando problemas para o trânsito. Mas já voltou tudo à normalidade”, registra.

No vídeo abaixo, o momento forte do granizo flagrado nos campos de futebol da sede campestre da Sociedade Recreativa Mampituba.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Reunião com a Defesa Civil municipal debateu estratégias para o frio intenso em São Joaquim

A Defesa Civil alerta que a onda de frio intenso pode causar prejuízos na agricultura, congelamento de canos e rodovias, por isso um cuidado especial muita atenção nessas áreas.

Postos da Polícia Rodoviária mantém interdição da Serra e alegam não ter recebido comunicação oficial

Lideranças municipais de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra foram informados na manhã desta sexta-feira (01), da liberação do tráfego de caminhões até 15 toneladas na SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro.

Defesa Civil mantem alerta para riscos de alagamentos e deslizamentos

Residências de Imbituba registraram problemas. A principal recomendação de precaução é para que as pessoas evitem contato com a água em locais inundados.

Gestão de desastre em debate na Amrec nos próximos dois dias