Geral

Delegado da comarca explana demandas de Morro da Fumaça na Câmara de Vereadores

Morro da Fumaça tem um número expressivo de crimes investigados pela Polícia Civil e pouca estrutura para que os trabalhos sejam realizados da forma como deveriam.

Divulgação

O Legislativo de Morro da Fumaça recebeu na noite desta terça-feira, dia 18, o delegado Ulisses Gabriel, um dos responsáveis pela delegacia de Urussanga, que também atende Morro da Fumaça e Cocal do Sul. Ele esteve explanando as demandas da Polícia Civil na cidade e trouxe soluções para que o trabalho dos policiais possam ser mais eficientes. Morro da Fumaça foi a primeira cidade a receber suas demandas.

Segundo o delegado, em menos de dois meses, dois latrocínios estão sendo investigados na cidade, e pequenos crimes também fazem parte da demanda. Com poucos policiais atuando na cidade, o trabalho se torna mais dificil. “Nós precisamos nos unir, Legislativo, Executivo, Judiciário, junto com o Ministério Público e buscar soluções para os municípios. Em Morro da Fumaça acontecem muitos crimes, têm saídas com vários municípios, fica próximo da BR-101. Precisamos nos unir para reivindicar as devidas melhorias para a cidade, atualmente com a estrutura que nós temos disponíveis fizemos o máximo que podemos, mas há necessidade de melhorias”, afirmou Ulisses.

“Nós sabemos dos problemas e acreditamos que Morro da Fumaça deveria tornar-se uma comarca. Nós temos dificuldades na logística, falta de transporte e muitos serviços precisam ser feitos no Fórum de Urussanga, o que acaba dificultando a vida de muitos fumacenses”, afirmou o vereador Robson Francisconi (PP).

O Presidente da Câmara de Vereadores foi quem intermediou a reunião com o delegado e está à frente das conversas para transformar a cidade em uma comarca. “Quando nós falamos de segurança pública na cidade, sabemos que precisamos de mais câmeras, mais policiais e muitas coisas dependem do Estado. Já encaminhei ofício para os gestores estaduais solicitando mais policiais civis e acredito que a união de forças seja fundamental para o êxito das nossas reivindicações”, afirmou Formentin.

Notícias Relacionadas

VÍDEO: Delegado de Criciúma intervém em assalto e mata criminoso

Um policial militar que estava no local tentou desarmar o assaltante, entrando em luta corporal. Houve a intervenção do delegado que foi abordado pelo criminoso momentos antes, no caixa do estabelecimento.

OS Criciúma está concorrendo em concurso nacional de Boas Práticas

Concurso reúne vários Observatórios Sociais do Brasil e cada um concorre com alguma boa prática executada.

Reunião discute medidas para reduzir filas nas agências bancárias, em Içara

Diretoria do CTG de Orleans apresenta prioridades e solicita recursos a lideranças políticas municipais

Entre as prioridades apresentadas, estavam melhorias na infraestrutura do parque de eventos.