Política

Delegado Ulisses Gabriel desponta nas redes sociais com transmissão ao vivo de propostas

Com uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, o candidato contou parte de seu histórico de vida pessoal e profissional, assim como respondeu perguntas dos internautas.

Foto: Divulgação

A noite do último domingo marcou a fase inicial da candidatura a deputado estadual do Delegado Ulisses Gabriel. Com uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, o candidato contou parte de seu histórico de vida pessoal e profissional, assim como respondeu perguntas dos internautas.

Com pouco mais de uma hora de duração, o delegado deu enfoque ao tema de suas propostas nas áreas de segurança pública, educação e desenvolvimento regional. “Acho importante a interação que a internet disponibiliza porque o eleitor tem mais uma ferramenta para descobrir se o candidato está tendo uma postura clara ou não. Por isso, também reconheço a importância de todos os espaços, como o das rádios, televisão, impressos e o feito corpo a corpo, todos essenciais para a conquista de votos que, por sinal, dia a dia cresce por todo estado o apoio pelo fato de as pessoas se identificarem com nosso projeto”, declara.

Com cerca de aproximadamente 50 mil seguidores na soma de suas redes sociais, o candidato planeja mais transmissões ao longo da campanha. “Sabemos que este é um ano decisivo e cada vez mais a população está consciente da necessidade de renovação política, de candidatos com um histórico de trabalho honesto e com reconhecimento. Estamos confiantes”, pontua.

Colaboração: Comunicação Ulisses Gabriel

Notícias Relacionadas

Em visita ao estado, ministro da Saúde elogia política catarinense de enfrentamento à pandemia

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, participou de uma reunião de trabalho com o governador Carlos Moisés e outras autoridades catarinenses na Casa D´Agronômica na manhã desta quarta-feira, 22.

Prefeito Jorge Koch poderá ser pré-candidato a deputado estadual em 2022

Ricardo Guidi (PSD) ganha vaga de Ana Paula Lima (PT) na Câmara após liminar do TSE

O PT pediu a reanálise da questão após o primeiro turno das eleições, quando faltou apenas um voto para que o partido conseguisse eleger Ana Paula Lima.

Bolsonaro é esfaqueado durante ato de campanha em Minas Gerais; VEJA VÍDEO

O presidenciável foi levado para o hospital e passa bem, segundo familiares.