Segurança

Delivery com doces feitos de maconha termina com um preso e brownies apreendidos em SC

Comércio foi descoberto após denúncias feitas à Polícia Civil

Divulgação

A venda de doces “batizados” com maconha foi interrompida pela Polícia Civil de Itajaí. Os produtos eram entregues na região por delivery há cerca de um ano, indicaram as investigações. O entregador foi preso em flagrante.

Conforme informações da Divisão de Investigação Criminal de Itajaí, denúncias levaram os agentes a descobrir um perfil nas redes sociais que comercializava doces como brownies e chocolates. Todos com um ingrediente a mais e ilegal no país: a cannabis sativa.

O grupo levava os produtos a clientes da cidade e de Balneário Camboriú. Em uma das entregas, na última sexta-feira (10), policiais abordaram o motorista no bairro Vila Operária. O homem de 50 anos levava quatro brownies e um pacote de chocolate.

Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e falsa identidade, já que teria mentido sobre o próprio nome para os agentes. O delegado responsável pelo caso continua as apurações para chegar nos outros envolvidos e detalhar a prática delituosa.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Drogas e quase R$2 mil em tráfico são apreendidos em Tubarão

Uma dupla foi presa por estar realizando o comércio ilegal de drogas

SC volta a ter 80% de ocupação nos leitos de UTI adultos após seis meses

Segundo dados do Painel do Coronavírus, ao menos 257 pessoas estão internadas com Covid-19 no Estado

Mais de 6 mil maços de cigarros são apreendidos na BR-101, em Paulo Lopes

A carga foi avaliada em R$ 20 mil

Fecam leva mais dois casos de suposta falsidade ideológica para Ministério Público

Prefeitos Antônio Ceron (PSD), de Lages, e João Cidinei Da Silva (PL), de Anita Garibaldi, foram colocados na nominata da chapa 3, encabeçada pelo prefeito de São João do Itaperiú, Clézio Fortunato