Trânsito

Deputado sugere proibição de radares em rodovias estaduais

Deputado Valdir Cobalchini propõe banir das SCs os radares móveis, estáticos e fixos.

Foto: Divulgação

A proibição do uso de radares em rodovias estaduais e a cessão de uso de imóveis do Poder Judiciário catarinense estão entre os primeiros projetos de lei protocolizados na Assembleia Legislativa neste ano. Ao todo, seis proposições entraram em tramitação na primeira semana do ano legislativo.

O Projeto de Lei (PL) 1/2019, de autoria do deputado Valdir Cobalchini (MDB), proíbe o uso de radares móveis, estáticos e fixos nas rodovias estaduais. Conforme a justificativa da matéria, a medida vai ao encontro de Lei Estadual 12.142/2002, que proíbe a contratação de radares pelo governo estadual e que foi considerada constitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Para o deputado, o uso dos radares “tem condão puramente arrecadatório, já que não se presta a promover a educação preventiva dos motoristas, conforme preconiza o Código de Trânsito Brasileiro.”

Com informações do Portal 4oito

Notícias Relacionadas

Ulisses Gabriel reassume a Polícia Civil de Orleans com foco no combate ao tráfico de drogas

Em 2012, Ulisses coordenou uma das maiores operações contra o tráfico no Sul do Estado (Operação Osiris), culminando na prisão de 26 pessoas e condenação de 20 delas.

Câmara de Criciúma aprova projeto de lei que proíbe fogos de artifício com ruído

Fogos que produzem efeitos visuais e com barulho de baixa intensidade continuam permitidos.

Decreto proíbe tráfego pesado em duas ruas de Estação Cocal

Determinação passa a valer a partir do dia 15 de janeiro de 2019 e vale para veículos acima de 25 toneladas e 14 metros.

Com radares e lombadas desligados, prefeitura de Criciúma vai notificar empresa

Depois do prazo de defesa, se a explicação não for suficiente, o governo municipal pode encerrar o contrato.‬