Turismo

Desafio de Inovação vai selecionar projetos que visam melhorar a competitividade do turismo

O 1° Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo foi lançado na semana passada pelo Ministério do Turismo, em parceria com o Wakalua Innovation Hub, primeiro polo global de inovação em turismo

Divulgação

Uma competição inédita busca soluções para a retomada do turismo pós-pandemia através de projetos de base tecnológica, bem como a superação de desafios gerais do setor a partir da transformação digital. O 1° Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo foi lançado na semana passada pelo Ministério do Turismo, em parceria com o Wakalua Innovation Hub, primeiro polo global de inovação em turismo, em colaboração com a Organização Mundial do Turismo (OMT), agência da ONU dedicada ao setor

As startups interessadas em participar podem se inscrever na competição até 2 de setembro. O Desafio tem duas categorias: “Reativar o Turismo”, com foco em soluções imediatas, e “Construir o Turismo do Futuro”, voltada a ações de efeito prolongado. Os 10 projetos mais bem colocados vão se classificar para a semifinal da 3ª edição da competição global de startups em turismo da OMT, além de disputar uma viagem à Espanha para participar de um treinamento e acompanhar a Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur), o maior evento mundial do gênero.

A competição integra uma parceria entre o Ministério do Turismo e o Wakalua para a definição de uma estratégia nacional de inovação em turismo, conectada ao ecossistema global, que envolve, ainda, a instalação de um hub da entidade no Brasil. Além disso, visa estimular a inovação no setor no país, melhorando a competitividade do turismo brasileiro através da transformação digital de organizações públicas e privadas.

A colaboração com o Wakalua permitiu um mapeamento que indicou a existência de 101 startups de turismo no país, responsáveis por 2.950 empregos e um investimento total de US$ 278 milhões. Uma delas é a Smart Tour Brasil, de Santa Catarina, que trabalha com pesquisas sob demanda do setor, a partir da coleta de dados em atrativos turísticos com o uso da tecnologia IoT (internet das coisas), e a criação de rotas inteligentes. A Smart Tour Brasil foi finalista do Healing Solutions for Tourism Challenge, promovido neste ano pela OMT para identificar startups, empreendedores e soluções inovadoras que mitiguem impactos da Covid-19 no turismo.

O 1º Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo é realizado totalmente online. Mais detalhes sobre o evento final serão anunciados por meio do site startups.turismo.gov.br. A avaliação dos projetos selecionados ficará a cargo de líderes do turismo e da inovação no país.

 

Notícias Relacionadas

Conselhos Municipais e fim de recesso parlamentar marcam sessão da Câmara de Vereadores de Cocal do Sul

Sessão desta terça-feira (10), contou ainda com a votação e aprovação de cinco indicações e três requerimentos de interesse da população sulcocalense.

Governo do Estado investe R$ 4,5 milhões em projetos para captação, armazenagem e uso da água no meio rural

Os períodos de estiagem não são raros em Santa Catarina e desde junho de 2019 os produtores rurais sofrem com os impactos da seca.

Balneário Godinho comemora aniversário com festa e abertura oficial do Verão 2018/2019

Empreendimento turístico localizado em Lauro Müller é visitado todo o ano por milhares de pessoas, em especial no verão. Grupo musical animará visitantes neste domingo (02) à beira da piscina.

Governo de Lauro Müller organiza relatório com danos causados por ciclone no setor de Turismo

Foram apontados seis casos de danos com gravidade à estrutura física de empreendimentos, afetando um estabelecimento de entretenimento, dois restaurantes, um restaurante/centro de eventos, uma lanchonete e uma pousada.