Trânsito

Deslizamento destrói carro em movimento em SC e deixa motorista gravemente ferido

Acidente também deixou outras três vítimas, uma delas com suspeita de fratura no fêmur esquerdo

Divulgação

A queda de uma barreira na rodovia SC-120 em Curitibanos, na noite desta terça-feira (3), causou um acidente com quatro vítimas, deixando uma delas em estado grave. O deslizamento aconteceu em meio às chuvas intensas e volumosas registradas no Estado e o carro ficou completamente destruído.

A vítima mais atingida conduzia um carro que colidiu com uma árvore que tomou um trecho do Km 237 da pista, também sujo com lama. Trata-se de um homem de 48 anos, que foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao hospital.

O veículo que ele dirigia, de modelo VW Gol, teve a lataria cortada e arrancada com o impacto.

O acidente ainda uma moto com dois ocupantes. O condutor, um homem de 35 anos, foi encaminhado consciente  e com sinais vitais normais ao hospital, mas com suspeita de fratura no fêmur esquerdo. Uma mulher de 24 anos que estava na garupa não teve ferimentos. Além disso, um veículo VW Polo foi atingido, mas o condutor, um homem de 36 anos, não se feriu.

Além dos atendimentos às vítimas, foi feita a limpeza do local, o que exigiu corte das árvores na pista. Posteriormente, o trecho ficou aos cuidados da Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

Outras cidades do Estado também têm registrado deslizamentos, alagamentos e inundações relacionadas às intensas e volumosas chuvas, que são causadas por um ciclone extratropical. O fenômeno é comum em Santa Catarina no inverno e em períodos de transição, caso do outono.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Mulher é atingida com tijolada na cabeça por marido bêbado em SC

Vítima foi parar no hospital e precisou de pontos cirúrgicos na cabeça. Agressor foi preso em flagrante

Prazo para aderir ao Relp termina dia 31, alerta Receita Federal

Pagamento pode ser feito em até 180 vezes

Homem em situação de rua é agredido com pedras por duas pessoas em SC, diz PM

Agressões só pararam quando um motorista que passava pelo centro começou a buzinar. Ninguém foi preso.

Soldado russo julgado na Ucrânia é condenado à prisão perpétua

Vadim Shishimarin, de 21 anos, admitiu em julgamento que matou um civil de 62 anos em meio à invasão russa no nordeste ucraniano