Geral

Detento de Tubarão vence concurso nacional de redação

Reeducando de 37 anos ficou em 1º lugar no concurso nacional de redação da Defensoria Pública da União

Foto: Divulgação

Um detento do Presídio Regional Masculino de Tubarão conquistou o primeiro lugar no 4º Concurso Nacional de Redação da Defensoria Pública da União, que teve como tema “Promoção dos Direitos Humanos e Garantia do Acesso à Justiça”, em comemoração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

I.A., de 37 anos, participa do Projeto de Leitura oferecido pela unidade prisional, que consiste na leitura de um livro e posteriormente é encaminhado ao fórum para redução do tempo da pena – direito que lhe assiste à Lei de Execução Penal.

Com orientação dos professores do Centro Educacional de Jovens e Adulto (Ceja) e da coordenadora pedagógica Marta Rosi Pereira Scremin, ele inscreveu-se no concurso como aluno em regime prisional e, no formulário da prova, abordou o acesso aos direitos e garantias dos cidadãos, igualdade para todos. O reeducando teve sua redação reconhecida pela comissão julgadora, garantindo o primeiro lugar no concurso.

Segundo o diretor do Presídio Masculino de Tubarão, Milton Rech, foi gratificante receber o resultado. “Estamos fazendo um bom trabalho junto aos reeducandos, e exemplos assim precisam ser reconhecidos. “A educação possui enorme importância dentro do sistema prisional, dessa forma estaremos cumprindo o papel de reinseri-los à sociedade”.

O reeducando receberá um tablet da Defensoria Pública da União como prêmio pelo 1º lugar no Estado de Santa Catarina, uma medalha de honra ao mérito e 12 horas de remição em sua pena.

Com informações do Notisul

Notícias Relacionadas

Troféu Fama 2018 reconhece empresas e profissionais de Orleans e Lauro Müller

Reveza Run Adventure traz um novo conceito de prova à Criciúma

O evento ocorre neste domingo (2) no Mampituba e contará com mais de 150 participantes

Mega-Sena sorteia neste sábado terceiro maior prêmio da história

São R$ 275 milhões para quem acertar as seis dezenas.

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 170 mi

A Mega-Sena acumulou pela 13ª vez consecutiva, neste sábado (4)