Geral

Dezembro Vermelho: mês dedicado à conscientização do tratamento da AIDS

Em Criciúma, testes rápidos estão à disposição no Pamdha e nas unidades de saúde

Divulgação

Nesta próxima terça-feira (1°), é comemorado o Dia Mundial de Combate à AIDS. Por este motivo, o mês de dezembro foi escolhido para representar a campanha de conscientização e prevenção ao HIV e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). De acordo com dados do Programa de Atenção Municipal às DST/HIV/AIDS (Pamdha) de Criciúma, aproximadamente 3.540 pessoas possuem o vírus no município, destas, 2 mil realizam o acompanhamento por medicação.

A Secretária Municipal de Saúde, por meio do Pamdha, disponibiliza testes rápidos de HIV no próprio local e em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “É importante que todas as pessoas realizem teste rápido de maneira periódica, para saber da sua sorologia. Quando mais cedo ter o diagnóstico, mais rápido será o início do tratamento”, explicou a coordenadora do Pamdha, Patrícia Rodrigues Oenning. “Além de HIV, temos testes de sífilis e hepatites B e C”, complementou.

Desde o ano passado, o Pamdha oferece o autoteste voltado ao grupo de pessoas mais suscetíveis a ter o vírus, e que não procuram as unidades. “O parceiro leva o kit de autoteste para casa e recebe toda a informação. Caso seja confirmado a infecção, nós chamamos a pessoa para fazer o acompanhamento”, ressaltou a coordenadora.

Em alusão ao Dezembro Vermelho, será realizada a distribuição de panfletos de conscientização no prédio do Centro de Especialidades em Saúde (CES), no bairro Santo Antônio, onde o Pamdha fica localizado.

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta nove regiões em estado gravíssimo e sete em nível grave

A matriz classifica nove das 16 regiões de saúde catarinenses como em alerta gravíssimo (cor vermelha) para transmissão do novo coronavírus

Vacinação contra o coronavírus começa em Laguna

A primeira a receber a aplicação, foi a senhora Lealcina da Silva Lopes, de 98 anos

Capivari de Baixo: técnica em enfermagem é a primeira a ser vacinada

A aplicação ocorreu nesta quarta-feira (20) pela manhã

Renata Joaquim foi a primeira funcionária da saúde que recebeu a vacina contra Covid-19 em São Ludgero

Técnica em Enfermagem, Renata Joaquim, de 51 anos, foi a primeira funcionária pública de São Ludgero com atuação a mais de 27 anos na área da saúde