Geral

Dia Internacional do Cooperativismo: Coorsel celebra conquistas que vêm da união de esforços

Neste sábado, 3 de julho, Dia Internacional do Cooperativismo, a Coorsel ressalta a importância da união em prol de objetivos em comum.

Divulgação

Há 60 anos, o cooperativismo é responsável por transformar a vida dos moradores da área rural na região ao fornecer energia elétrica, capaz de melhorar consideravelmente a qualidade de vida das pessoas, além de impulsionar a economia local, contribuindo significativamente para as diversas formas de trabalho no campo. Neste sábado, 3 de julho, Dia Internacional do Cooperativismo, a Cooperativa Regional Sul de Eletrificação Rural (Coorsel) celebra juntamente com seus mais de 11 mil associados, nas cidades de Orleans, Treze de Maio, Pedras Grandes e Tubarão.

“O cooperativismo é a união de pessoal em prol de um resultado bom, satisfatório e de menor preço. A cooperativa foi fundada porque as empresas que distribuíam energia naquela época não tinham interesse em nosso interior, pois havia poucas casas e não dava rentabilidade. Então um grupo de pessoas se uniu e, com a divisão de trabalho, de esforços, com o rateio das despesas, a energia foi chegando, aos poucos, nas comunidades. Foi também graças à ajuda mútua que a cooperativa foi crescendo e se expandindo e hoje fornece energia de qualidade. Hoje, passamos por temporais e vendaval e a energia continua em funcionamento. E eu ouço muito pelos lugares onde visito que há oito anos não era assim. Então só temos motivos para comemorar”, declarou o presidente Ivanir Vitorassi.

Conforme o presidente, uma das formas de reforçar este propósito é o Dia D, realizado todas as sextas-feiras. “Este é um dia que realmente a gente passa todas as vantagens que o associado merece. Ele é dono da cooperativa, dono da frota, responsável pelo salário dos funcionários e do presidente. Então, nada mais justo que retribuirmos a eles com carinho. Neste dia, nós trabalhamos gratuitamente para eles, independentemente do tempo que vai na sua propriedade. Assim, a gente realmente exerce o princípio do cooperativismo. Frequentemente, praticamente uma vez por semana, nós estamos lavando igrejas, salão paroquial, deixando os telhados totalmente desobstruídos. Árvores que são próximas às casas, que poderiam cair galhos ou folhas, nós fizemos este trabalho para nossos associados, e é gratificante para nós”, ressaltou.

É devido ao cooperativismo que a Coorsel não se limita apenas à geração de energia elétrica, indo além e promovendo uma rede do bem. Com o princípio básico de valorização às pessoas, promove os projetos Grupo de Mulheres, Clube dos Idosos, Campeonato de Bocha, Campanha do Agasalho, Papa Pilha e Noites Rosa e Azul, além do atendimento odontológico gratuito. “A partir de setembro, quando deveremos estar todos vacinamos, se Deus quiser, conseguiremos retomar algumas das atividades interrompidas em virtude da pandemia. Essa é uma parte social importante, que fez muita falta para todos nós neste período”, projetou.

Notícias Relacionadas

Vacinação em SC: Estado recebe 220 mil doses da vacina contra a Covid-19

As vacinas serão destinadas à vacinação da população em geral por faixa etária e à vacinação dos grupos prioritários que ainda vacinados.

Homem de 90 anos já assistiu mais de 50 nevadas em SC; veja registros

Viterbo Souza Oliveira lembra da primeira grande precipitação de neve, em 1946, com acúmulo de cerca de 30 centímetros.

Motorista morre afogado após carro cair de ponte em São Ludgero

Acidente ocorreu no início da madrugada deste sábado (31); vítima ficou presa ao cinto de seguranças.

Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha

O custo de 100 kilowatt-hora permanece em R$ 9,492.