Turismo

Diagnóstico turístico da AMREC é apresentado aos prefeitos

Nesta quarta-feira, técnicos da Satc apresentaram o resultado de sete meses de trabalho aos prefeitos, secretários, diretores e chefe de departamento de turismo dos 12 municípios da AMREC. Ao processo envolveu pelo menos 15 pessoas durante a pesquisa e coleta de dados, e resultaram num relatório de 7mil páginas.

“Está na hora do sul fazer o turismo de forma integrada. Temos que conhecer e divulgar. Já somos uma terra de empreendedores, mas no turismo ainda temos muito que crescer. Precisamos pensar isso de forma integrada. Esse estudo não é o fim, e sim o começo para que possamos traçar o caminho para desenvolvimento do turismo na região”, afirmou o presidente da AMREC e prefeito de Lauro Muller, Fabrício Kusmin Alves.

Pelo estudo Swot, apontou que o sul tem muito pontos fortes, como as belezas naturais e os atrativos singulares, como a Serra do Rio do Rastro em Lauro Müller, a Gôndola de Nova Veneza, a imagem de La Pietá de Urussanga, Museu ao Livre de Orleans, o paredão do Zeca Diabo e a Mina de Visitação de Criciúma. Já entre os pontos fracos está a falta de acessibilidade, sinalização precária e desatualizada, falta de opções de voo.

Os estudos apresentam informações relevantes para o fomento do turismo regional. "Os dados apontam para a roteirização, a criação de rotas, que podem incrementar e fortalecer a indústria sem chaminés", explica o coordenador do diagnóstico, professor Ari Azambuja de Oliveira. Eles servirão de base para que o turismo seja incrementado e estimulado em vários segmentos regionais.

Colaboração: Antonio Rozeng 

  • ce985ba33511cdababff2ab431e54fa8
  • 63a8d4b5714f1a6da266fb007a4e2eda
  • 378995d5c6c769f5408d24800a6872b7
  • 8f0d66370e08e4e24bc67d795bfcc6cd
  • 8b2d12db77fdb3ddebc20330dc424e82