Geral

DNIT/SC inicia reforço na sinalização horizontal da BR-101 Sul

Foto: Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) inicia nesta quinta-feira, 07, o reforço e melhoria na pintura da sinalização horizontal – faixas de eixo central e bordos, nas pistas duplicadas da BR-101 Sul catarinense. A autarquia vai revitalizar todas as demarcações sobre o pavimento entre o km 245, em Paulo Lopes até o km 465, em Passo de Torres, na divisa com o estado do Rio Grande do Sul. Com os trabalhos, o fluxo de veículos em longo curso terá estreitamentos em faixas de rolagem, para abrir frente para a logística dos serviços.

A frente de serviços estará alocada, nesta quinta e sexta-feira, entre o km 315 ao km 345, da cabeceira Sul na ponte Anita Garibaldi até o Posto da Polícia Rodoviária Federal em Tubarão. Todas as frentes em execução serão delimitadas pela sinalização provisória, com demarcação por cones refletivos e aproximação apontada por sinalizador (bandeirinha). É proibida a circulação com veículos dentro da área em aplicação, pois a pintura demanda tempo para secagem até a liberação do piso. Com chuva, os trabalhos são interrompidos.

A tinta termoplástica tem maior durabilidade, pois apresenta maior aderência ao piso, desgastando lentamente. Para aplica-la é preciso equipamento com caldeira para aquecer e dispersar os elementos, antes da demarcação nas pistas. A refletância da sinalização horizontal com aplicação a quente se dá com a adição de microesferas de vidro na composição da tinta. Cerca de 50 mil quilos de compostos serão usados entre o km 300 ao km 465. Do km 245 ao km 299,9 a aplicação será com pintura a frio.

Com a circulação de equipamentos e trabalhadores, os motoristas em circulação de longo curso devem atentar para o estreitamento de pistas, sempre reduzindo a velocidade dentro dos espaços em serviço. Os usuários devem considerar as atividades sobre pistas com início às 07:30 às 18:00 horas e, com a necessidade, trabalhos aos finais de semana.

Programa BR Legal – A revitalização na sinalização horizontal da BR-101 Sul/SC está dentro do programa BR Legal, que atua no acréscimo e manutenção da sinalização rodoviária e instalação de elementos auxiliares. O programa vem sendo realizado desde 2012, com 3,9 bilhões de reais em investimentos e atendendo 55 mil quilômetros de estradas federais, nos 26 estados e no Distrito Federal. A Confederação Nacional do Transporte (CNT) informou por pesquisa divulgada em 2015, que o programa conseguiu melhorar nos dois primeiros anos de trabalhos a classificação de rodovias tidas como regular, ruim e péssima, passando de 77,1% em 2013 para 55,9% em 2015. A extensão classificada como boa e ótima passou mudou de 22,9% para 44,9 % no mesmo período

Para mais informações, o DNIT/SC mantém canais de interação para usuários, mantido pelo consórcio Concremat-Tecnosolo (Gestora Ambiental da BR-101 Sul), através do atendimento gratuito pelo telefone 0800 6030 101 e pelos links úteis no site 101sul.com.br.

Verão na BR-101 Sul/SC: usuários têm pontos de retorno a cada dois quilômetros

Com a duplicação de pistas e aumento nos limites de velocidade, o trânsito pela BR-101 Sul catarinense, entre Palhoça a Passo de Torres, ficou mais rápido e seguro. Além da redução de tempo em movimentação, os usuários da rodovia federal podem contar com pontos para retorno de sentido a cada dois quilômetros, aproximadamente. A construção de 111 viadutos, ao longo de 248,5 quilômetros, possibilita a circulação de pedestres, de veículos entre bairros e retorno de sentido de viagem a cada 2,23 kms, em média. Somados aos viadutos, o DNIT/SC disponibilizou, ainda, cinco retornos em nível, distribuídos em Paulo Lopes, Tubarão, Araranguá e São João do Sul.

Antes da duplicação de pistas, os motoristas precisavam trafegar até o acesso a bairros ou municípios, onde os retornos em nível existiam. Os viadutos, construídos sobre muitos desses contornos, são a forma mais confortável e segura de mudar a direção de fluxo, afastado da movimentação da rodovia.

Com a construção de viadutos e a eliminação dos retornos sobre pista, os usuários da BR-101 Sul, sejam eles em trânsito de longo curso ou em tráfego local, devem atentar para a manobra de acessos das vias laterais. Nessas ruas laterais, o limite de velocidade é de 50 km/h, menor que no fluxo das pistas duplicadas. Toda a indicação para os locais de retorno de sentido ou acessos laterais é orientada por painéis, placas de indicação, pórticos e semipórticos instalados no trecho catarinense, pertencentes à sinalização definitiva da BR-101.

Ao acessar as vias laterais, para completar a manobra de retorno ou acesso às cidades lindeiras, os motoristas devem ter atenção, primeiro, à sinalização vertical indicatória para ter certeza que naquele ponto da rodovia é possível a entrada. Anterior aos viadutos, o DNIT/SC instalou painéis, com a altura das estruturas, para que transportadores de carga meçam o tamanho da carga e façam a manobra de retorno.

Nos trechos duplicados, o retorno de sentido deve ser feito sob as obras de arte especiais (OAEs), liberadas. Os cuidados devem ser redobrados ao acessar as pistas sob os viadutos, observando o fluxo de veículos nas vias lindeiras, bem como a altura das estruturas. Nas vias lindeiras, a faixa da direita serve para tráfego local, entre bairros. Em algumas vias laterais, como em Tubarão, Içara, Maracajá, Sombrio e Santa Rosa do Sul há tráfego de veículos em duplo sentido, sendo que os usuários devem ficar atentos à sinalização vertical disposta.

Além das OAEs, a mudança de sentido nas faixas de rolagem pode ser realizada em retornos em nível, construídos em trechos duplicados da BR-101 Sul. Há retornos em nível no km 262, em Paulo Lopes, km 344, em Tubarão, no km 406, entre os viadutos de transposição do banhado de Maracajá, e no km 460 e km 461, em Santa Rosa do Sul. Nestes trechos os motoristas devem atentar para o reingresso na rodovia, sempre paralelo à faixa destinada ao fluxo rápido de veículos.

Colaboração:  Muriel Ricardo Albonico

Notícias Relacionadas

Melhorias em drenagem vão interromper faixas da BR-101 nesta terça-feira, em Içara

Nova opção para conta de luz da ponte Anita Garibaldi

Com obras, tráfego local muda em vias lindeiras à BR-101, em Tubarão

Secretaria da Infraestrutura e DNIT estabelecem parceria para Via Rápida de Criciúma