Geral

Dólar supera R$ 4,16 e fecha no maior valor em três semanas

Bolsa de valores recua 1,78% em dia de turbulência no mercado.

Divulgaçãodolar

Num dia de turbulências no mercado financeiro, a moeda norte-americana disparou e fechou no maior valor em três semanas. O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (8) vendido a R$ 4,168, com alta de R$ 0,075 (+1,83%). A cotação está no maior nível desde 17 de outubro (R$ 4,17).

Esse foi o terceiro dia seguido de alta do dólar. A divisa encerrou a semana com valorização de 4,34%, o maior repique semanal desde agosto de 2018. A moeda operou em alta durante toda a sessão de hoje, disparando nos minutos finais de negociação e fechando na máxima do dia.

No mercado de ações, o dia também foi de tensão. Depois de bater recorde ontem (7), o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou esta sexta-feira com queda de 1,78%, aos 107.628 pontos. O indicador começou o dia próximo da estabilidade, mas recuou ao longo do dia, acentuando a queda por volta das 16h30, poucos minutos depois de a Justiça ter decretado a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nos últimos dias, o mercado financeiro tem enfrentado instabilidades. A arrecadação de R$ 69,9 bilhões no leilão do excedente da cessão onerosa do pré-sal e a venda de apenas um bloco de petróleo no leilão de partilha do pré-sal fizeram o dólar subir nos últimos dias. As oscilações aumentaram com o cenário político.

Com informações do site Agência Brasil 

Notícias Relacionadas

Correntista de Imbituba receberá com juros e correção valor retirado da conta sem sua autorização

Sem seu conhecimento e autorização, em janeiro de 2015, R$ 19 mil foram transferidos de seu domínio para a conta de outra pessoa.

Polícia Civil prende traficante que vendia para pessoas de alto poder aquisitivo de Orleans

Investigação iniciou em abril e resultou na prisão do suspeito nesta quinta-feira (3), além da apreensão de mais de R$ 11 mil.

Caixa já pagou 42% do valor disponível para saque imediato do FGTS

Agências retomam pagamentos na segunda-feira

STF aprova orçamento de 2020 sem aumento de salário dos ministros

O maior gasto do tribunal é com salários e encargos de pessoal, que somam R$ 490,3 milhões.