Geral

Dom Jacinto reconstitui o gesto do lava-pés na Ceia do Senhor

Os discípulos foram representados por crianças, adolescentes, adultos, idosos e imigrantes, em vista do tema da Campanha da Fraternidade 2019, "Fraternidade e Políticas Públicas".

Foto: Divulgação

Na noite desta quinta-feira santa, 18, a comunidade da Catedral São José, em Criciúma, deu início ao Tríduo Pascal. A missa da Ceia do Senhor foi presidida pelo Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, e rememorou o gesto do lava-pés, feito pelo próprio Jesus, quando ceou pela última vez com seus 12 apóstolos e instituiu a Eucaristia e o Sacerdócio ministerial. Os discípulos foram representados por crianças, adolescentes, adultos, idosos e imigrantes, em vista do tema da Campanha da Fraternidade 2019, “Fraternidade e Políticas Públicas”.

“É uma noite, para nós, muito especial. Nesta noite celebramos aquilo que, no Antigo Testamento, foi apenas o prenúncio: o povo ungido sai à Terra Prometida. Mas antes de sair, ele tinha que se alimentar bem, pois tinha uma longa jornada pela frente. Um cordeiro era imolado, se alimentavam, às pressas, para a longa viagem que duraria quarenta anos. Era um anúncio daquilo que iria acontecer bem mais tarde, com o próprio Cristo. Ele ia ser o alimento para a nossa viagem para o céu, para a vida eterna”, iniciou Dom Jacinto, em sua homilia.

O Bispo ressaltou a importância da presença dos sacerdotes na Igreja, que tornam possível o pão consagrado para a comunhão dos fiéis com o próprio Cristo. “A Eucaristia precisa de alguém que a traga, no meio de nós. Deus não enviou anjos para celebrar a missa, ele escolheu os apóstolos, pessoas humanas. Para nós católicos, não há nada de maior e de melhor aqui na terra do que a santa Eucaristia. É a presença real de Cristo no meio de nós. Nós não enxergamos com os olhos, mas enxergamos com a fé; sabemos que ele nos acompanha e, normalmente, uma das últimas coisas que a gente recebe na vida é um pedacinho pequeno ainda, que é o Corpo do Senhor”, ressaltou o epíscopo.

Carinhosamente, Dom Jacinto voltou-se para os ministros extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística e agradeceu-lhes pela missão que cumprem, levando a Eucaristia para os doentes e idosos que não conseguem mais ir à igreja.

O dom do serviço

O Bispo, ainda, reforçou o ensinamento de Jesus Cristo para a humanidade na última ceia com seus apóstolos. “O que Jesus quis ensinar, naquela noite? Era costume, em Israel, quando um senhor ou senhora chegava a casa, de uma caminhada ou longa viagem, quem lavava os pés deles eram escravos ou empregados. Nunca um senhor lavava os pés de seu convidado. Por isso, a reação deles (dos discípulos) é tão forte. Pedro se acha indigno. Ele acha a maior humilhação Jesus lavar-lhes os pés. Eles todos devem ter ficado desconcertados. Mas Jesus diz: ‘Vocês não entendem isto agora, mas vão compreender mais adiante’. O que Jesus fez é o que, exatamente, a Eucaristia quer nos ensinar. Isto não serve só para os apóstolos, serve para todos nós, como Ele diz: ‘O maior dentre vós seja aquele que serve'”, pontuou Dom Jacinto.

Ao final de sua reflexão, o Bispo falou da alegria que sente por a Diocese contar com mais de quarenta seminaristas já com Ensino Superior. “Estou muito contente porque, na nossa Igreja da Diocese de Criciúma, temos algo que é muito raro neste momento em todo o Brasil e todo o mundo”, disse. Dom Jacinto agradeceu a generosidade pelo apoio material e a oração do povo por todas as vocações e disse que durante muitos anos, com certeza, a Igreja de Criciúma terá padres para trazer a Eucaristia.

Ao término de sua reflexão, Dom Jacinto convidou a comunidade das Irmãs Sacramentinas de Bérgamo que hoje serve a Paróquia São José para fazer a renovação de seus votos, uma vez que seu carisma contempla também a adoração eucarística.

A celebração foi concluída sem a bênção final e seguiu com a Adoração ao Santíssimo Sacramento, que perdura até o meio dia desta sexta-feira santa.

Colaboração: Comunicação Diocese de Criciúma 

Notícias Relacionadas

Fim de semana marcado por programação especial na Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens

No sábado (28), foi realizada dedicação da igreja e, no domingo (29), Caravana da Vida.

Dom Jacinto celebra aniversário com a comunidade

Durante sua homilia, o Bispo fez ênfase à mensagem sublinhada pelo Evangelho de que, apesar das preocupações do ser humano, seu refúgio se encontra em Deus.

“Vamos voltar ao Natal da paz, da alegria, da esperança e da confiança em Deus”, pede Dom Jacinto

Todos os anos, o desafio se repete no corre-corre para a preparação da ceia, nas atividades do trabalho que precisam ser concluídas perante o recesso de fim de ano que bate à porta.

Licitação para a recuperação da Ponte de Ibiraquera é lançada em Imbituba

A Ponte Roberto Teixeira de Souza, que liga a região de Araçatuba aos bairros, Praia do Rosa e Ibiraquera, foi interditada para o tráfego em outubro do ano passado