Geral

Duas baleias-jubarte são encontradas mortas em SC em uma semana

Um animal foi encontrado na praia do Gravatá, em Florianópolis, e o outro foi achado em Itapoá, no Litoral Norte

Divulgação

Em um intervalo de sete dias, duas baleias-jubarte foram encontradas mortas em Santa Catarina. No dia 30 de maio, uma delas foi encontrada encalhada entre a Praia do Gravatá e a Praia da Joaquina, em Florianópolis. No último domingo (6) outra baleia foi localizada em Itapoá, no Litoral Norte. As informações são do G1/SC.

De acordo com as equipes que monitoram os animais na costa catarinense, os dois animais eram jovens e estavam em estado avançado de composição quando foram encontradas. As causas da morte não foram identificadas. 

A baleia encontrada em Itapoá era uma fêmea jovem e estava encalhada à deriva na região praiana quando foi localizada pelo Projeto de Monitoramento de Praias (PMP). Segundo o órgão, por conta das condições climáticas foi necessário aguardar o recuo da maré para retirar o animal. Na manhã de segunda-feira (7), a equipe envolvida na operação de necropsia foi até a praia, retirou o animal da água e o enterrou na faixa de areia.

Em Florianópolis, o animal morto segue na areia da praia. Segundo a equipe da R3 Animal, que integra o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), por conta do difícil acesso ao local e à baleia, que ora está na água e ora está presa às pedras, não foi possível realizar o exame necroscópico.

Por este motivo, a equipe informou que o corpo do animal ficará no local seguindo o “ciclo natural de servir de alimento para os animais” que ali habitam.

Nos últimos 30 dias, houve vários avistamentos de baleias-jubarte ao longo do litoral catarinense. Além disso, duas baleias-jubarte foram avistadas com petrechos de pesca presos ao corpo, uma delas foi fotografada pela equipe boiando morta próximo à praia do Gravatá, no dia 26 de maio.

“É possível que este indivíduo que encalhou morto não seja nenhum dos dois animais avistados com petrechos de pesca, o que nos traz mais preocupação”, explica Emanuel Ferreira, gerente do PMP-BS/R3 Animal.

O que fazer se encontrar um animal marinho morto ou debilitado?

Caso encontre um mamífero, ave ou tartaruga marinha debilitada ou morta na praia, ligue 0800 642 3341; Mantenha distância e ajude a isolar a área; Evite contato desses mamíferos ou outros animais silvestres com bichos de estimação, pois eles podem transmitir doença entre si. Os cachorros também podem atacar o animal. Evite tirar fotos com o uso de flash, nem forneça alimentos ou force o animal a entrar na água.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Pesquisa aponta aumento de casos de covid em 1.217 cidades esta semana

O número corresponde a 33,9% das 3.591 prefeituras ouvidas

Governo de SC vai prorrogar estado de calamidade pública até 30 de setembro

Com a medida, o Estado fica desobrigado de cumprir algumas metas fiscais, o que facilita o combate ao vírus

Santa Catarina avança na certificação de propriedades livres de brucelose e tuberculose

A intenção da Secretaria da Agricultura é ampliar o número de certificações, para que esse seja mais um diferencial competitivo do agronegócio catarinense

Governo do Estado abre licitação para elaboração de estudo para criação de rodovia alternativa à BR-101 Norte

A empresa que for selecionada na licitação terá seis meses para executar um estudo identificando onde poderá passar essa nova rodovia