Segurança

Dupla assume assassinato de Wesley em Içara

Homens se apresentaram ontem na Delegacia de Içara, alegando legítima defesa, e entregaram a arma do crime.

Foto: Divulgaçãop

A Polícia Civil de Içara elucidou o homicídio de Wesley Rosa de Lima, morto no Bairro Esplanada, no domingo, 17. De acordo com o delegado Rafael Iasco, que é responsável pela investigação, dois homens, um de 27 e outro de 57 anos, se apresentaram na Delegacia, nesta quarta-feira, 20, assumindo o crime. Embora eles tenham alegado legítima defesa, Iasco não encerrou as oitivas porque acredita na possibilidade deles estarem forjando a situação.

Arma do crime entregue à Polícia

A dupla, que é moradora do bairro, entregou uma espingarda que foi utilizada no crime à Polícia. O jovem de 22 anos foi atingido por dois tiros em plena luz do dia. Antes disso, ele ainda foi espancado pelos homens. Ao todo, Wesley tinha dois autos de prisão em flagrante e 21 boletins de ocorrência “Na fase de instrução do inquérito ficou claro a possibilidade de eles estarem tramando a história. Continuaremos as oitivas e há a possibilidade de eu pedir pela prisão preventiva dos dois a qualquer momento”, ressalta Iasco.

Apenas um deles tem antecedentes criminais, porém, não é considerado de periculosidade pela Polícia Civil. “Ele portava uma espingarda em um dia da pesca. Ela, no entanto, estava dentro do carro. Todavia, mesmo que eles não tenham passagens, mostraram certa audácia matando o Wesley de dia e na rua”, complementa o delegado.

Com informações do Portal DNSul

Notícias Relacionadas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Moradora é morta a facadas e R$ 5 mil são roubados, em Forquilhinha

Corpo de homem é encontrado parcialmente carbonizado, em Criciúma

Corpo é encontrado carbonizado dentro de carro em Criciúma