Geral

Economia de Santa Catarina lidera, mas déficit público preocupa

Se tudo vai reduzindo, as vendas começam a cair e as empresas não têm mais reservas para gastar. Isso pode reduzir ainda mais a atividade econômica e ampliar o desemprego.

Foto: Divulgação

Enquanto o crescimento econômico do Brasil continua pífio, em até 1%, Santa Catarina mantém posição diferenciada, conseguindo se manter acima dessa média na maioria das vezes. Foi assim em março novamente, quando o Estado liderou o crescimento nacional com alta de 3,04% frente ao mês anterior, segundo o Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-SC), apurado pelo Banco Central do Brasil (BCB) e considerado uma prévia do PIB.

Mas a estagnação econômica do país, que está levando o governo federal a cortar quase tudo o que não é despesa obrigatória – embora não diga claramente isso – está causando apreensão no setor privado. Se tudo vai reduzindo, as vendas começam a cair e as empresas não têm mais reservas para gastar. Isso pode reduzir ainda mais a atividade econômica e ampliar o desemprego.

Diante desse quadro difícil, o Congresso Nacional deveria votar a reforma da Previdência o mais rápido possível, até porque todos já sabem as alterações que farão na proposta do governo. Uma nova proposta do parlamento pode implicar em mais demora. E diante de tanta crise, não podem optar pela proposta da reforma fraca para o atual governo não se reeleger. Se seguirem esse caminho, elevarão ainda mais os riscos de atraso de salários do setor público no país, mais inflação e nova recessão.

Quanto ao desempenho econômico do Estado, a prévia do Banco Central mostrou também que SC cresceu 2,03% frente a março do ano passado e 2,25% no primeiro trimestre. As pesquisas do IBGE apuraram no primeiro trimestre deste ano, o Estado obteve crescimento de 5,1% em volume de comércio, 2,8% na produção e industrial e 2,3% em volume de serviços.

Guga nas finanças

A estratégia de expansão da Genial Investimentos, empresa nacional que tem como embaixador o tricampeão de Roland Garros Guga Kuerten, está atingindo suas metas de expansão, contando com apoio de moderna plataforma tecnológica. O Grupo Guga Kuerten se tornou sócio da Genial, junto com o Banco Brasil Plural. Segundo o presidente do grupo, Rafael Kuerten, a plataforma está abrindo cerca de 5 mil contas por mês no país. Há jovens que preferem investir via internet e os que buscam atendimento presencial. A principal concorrente da Genial é a XP.

Escola do futuro

A professora francesa Karen Kanaan, diretora da Escola 42, uma instituição que ensina programação e inovação disruptiva sem professores, sem livros e sem diploma, com foco no aprendizado entre alunos, estará em Florianópolis nesta terça-feira (21). Ela vem para uma palestra a convite da Acate.

Com informações do site NSC Total 

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Comodidade e economia: empresa de Orleans oferece serviço “delivery” no comércio de baterias

Há 46 anos, VR Baterias atende toda linha automotiva, agrícola e de transporte de cargas com economia de até 30% na compra de baterias Helux, marca própria.

Justiça confirma resultado de licitação que gerou economia de R$ 12 milhões pela Saúde do Estado

A licitação foi realizada pela Secretaria da Saúde para fornecimento de ventilação domiciliar e tratamento de oxigenoterapia a pacientes catarinenses.