Geral

Educação em SC: Ensino Médio terá carga horária maior em 2022

Secretaria de Estado da Educação anunciou mudanças para o ensino médio nas escolas estaduais, com 200 horas/aulas a mais e escolha de disciplinas. Vejas alterações.

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Educação aproveitou a tarde do dia do estudante para anunciar mudanças no ensino médio em Santa Catarina. Pela alteração divulgada na quarta-feira (11) em Florianópolis, a carga horária será maior e os alunos poderão escolher alguns componentes curriculares em uma grade flexível.

O chamado novo ensino médio vai iniciar em todo estado em 2022.

As atuais 800 horas por ano serão estendidas para 1 mil. O currículo escolar terá uma parte com disciplinas fixas, como português, matemática, história e filosofia, e outra que poderá ser escolhida entre 25 chamados componentes curriculares de cinco áreas de conhecimento.

Entre essas opcionais estão empreendedorismo, tecnologia, libras, matemática financeira, entre outros, elaboradas a partir das experiências em 120 escolas que já adotam este modelo de ensino desde 2019, funcionando como escolas pilotos.

As mudanças vão mexer com mais de 727 unidades de ensino da rede estadual no início do próximo ano letivo para quem entrar no 1º ano do ensino Médio. Nos 2º e 3º as alterações devem ser graduais e dependem da estrutura oferecida por cada unidade de ensino.

A Secretaria de Estado da Educação diz que tem capacitado professores para o novo modelo e que deve também contratar mais profissionais para atender a demanda de aulas que será maior.

Segundo a gerente de ensino médio e profissional do estado, Letícia Vieira, cada escola deve fazer um diagnóstico as disciplinas que serão ofertadas.

“Temos trilhas de aprofundamento por área, que integram mais de uma área de conhecimento e também voltada pra formação profissional”, detalhou.

A aluna Maria Clara Fernandes, que está no nono ano, está na expectativa e já conta com as displinas extras para ajudar na aprovação do vestibular, quando for prestar a prova.

“Sair do fundamental, onde cursou um bom período da tua vida, e ir para o ensino médio, onde vai ficar mais tempo em sala de aula é bem interessante, até porque a gente deixa aquela infância para mais amadurecimento”, disse.

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Educação monta força-tarefa para garantir que alunos de comunidades distantes recebam atividades impressas

O mesmo esforço para entregar as atividades impressas para alunos sem acesso à internet está sendo feito por vários gestores escolares e professores da rede estadual.

Produtor do melhor mel do mundo, Santa Catarina prevê safra acima da média em 2020

Santa Catarina tem uma série de fatores que, naturalmente, favorecem o cultivo de um mel diversificado e até mais puro.