Geral

Eleições municipais devem ocorrer entre 15 de novembro e 20 de dezembro, diz Alcolumbre

Mudança na data precisa passar pela Câmara dos Deputados e pelo Senado antes de vigorar.

Divulgação

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), anunciou pelas redes sociais, nesta terça-feira (16), que há consenso pelo adiamento das eleições municipais de 2020 devido à pandemia de coronavírus. Segundo ele, o primeiro e o segundo turnos devem ocorrer entre 15 de novembro e 20 de dezembro.

Como a data das eleições está na Constituição Federal, uma mudança terá que ser votada por meio de Proposta de Emenda Constitucional (PEC) na Câmara dos Deputados e no Senado.

Além de Alcolumbre, participaram da reunião o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e do TSE Edson Fachin e especialistas em virologia e saúde.

Na noite de segunda-feira (15), em entrevista ao programa Roda Viva, Barroso afirmou que a Corte eleitoral trabalha com diversas alternativas para as eleições municipais deste ano. Entre elas, além das eventuais mudanças de data, uma possível extensão do horário do pleito (entre as 8h e as 20h, por exemplo) e um revezamento por turnos. Entretanto, todos esses temas precisam ser debatidos e votados no Congresso Nacional, uma vez que é definido pela Carta que a votação deve ocorrer no primeiro domingo de outubro.

Com informações do site GaúchaZN

Notícias Relacionadas

Mudança na data de eleições municipais poderá ser decidida em junho

Adiamento deverá "ser o mais curto possível", afirma ministro Barroso

Senado aprova adiamento das eleições para 15 de novembro

O adiamento das eleições em seis semanas se dá em virtude do cenário epidemiológico do novo coronavírus (covid-19) no Brasil e a consequente necessidade de se evitar aglomerações.

Saiba quais regras vão vigorar nas eleições municipais de 2020

Daqui a um ano, eleitores irão às urnas para escolher prefeitos e vereadores. Será a primeira eleição em que os partidos não poderão fazer alianças para as câmaras municipais.

Partido Progressista de Orleans lança chapa pura para eleições municipais

Silvério Baggio e Dr. Renato são os pré-candidatos do partido para concorrer ao Executivo orleanense