Segurança

Em Criciúma, discussão acaba em disparo de arma de fogo e bala atinge mulher

Fotos: Divulgação

O que deveria ser apenas uma entrega de produto por parte de uma empresa de entregas, acabou em discussão, agressão e um disparo de arma de fogo que acabou atingindo uma mulher, na região do quadril.

O caso aconteceu no fim da manhã desta sexta-feira (05), no centro de Criciúma, quando um entregador interfonou algumas vezes para solicitar o recebimento de mercadoria na portaria do prédio. Foi então, que de acordo com a acompanhante do entregador, a mulher ao interfone e o entregador entraram em discussão e ele a xingou.

O marido da mulher em questão, um policial civil, desceu para buscar a encomenda e seguiu discutindo com o entregador, com o qual entrou em luta corporal.

O policial civil declarou que disparou a arma calibre 9 milímetros para estancar a discussão haja vista que o entregador tinha um porte físico maior que o dele. Ao atirar em direção ao chão, a bala atingiu de raspão a mão do entregador e se alojou de forma acidental no quadril da esposa do policial.

A mulher foi atendida pelo Samu, em situação estável e os homens envolvidos na briga foram conduzidos à Central de Flagrantes.

Com informações de Thea Comunicação

Notícias Relacionadas

Marido é atingido por facada durante discussão com esposa em Criciúma

Ambos teriam passado o dia com a família em uma lanchonete e no início da noite, houve a discussão.

Operação Network: Polícia civil cumpre mais de 50 prisões e apreende drogas, dinheiro e arma

A investigação começou a partir de uma foto de armamento que a Polícia Civil recebeu em grupos de rede social, onde integrante de organização criminosa estava negociando as armas.

Cidades do Sul querem participação nos lucros da Casan

Os seis municípios, abastecidos pela barragem do Rio São Bento, podem formar um Consórcio para captação, tratamento e distribuição da água para região

Polícia Civil prende traficantes, drogas e armas durante Operação “Favela do Ucca”, em Araranguá

Ação conjunta contou com cerca de 30 policiais de diversas cidades do Extremo Sul.