Geral

Em Criciúma passa a vigorar lei que proíbe a linguagem neutra na rede municipal de ensino

Setor conservador aplaudiu a lei aprovada sem unanimidade na Câmara Municipal, mas que foi sancionada em clima de comemoração.

Divulgação

Se normalmente as leis municipais são sancionadas pelo prefeito da cidade sem grandes comemorações, desta vez houve espaço para um ato com a presença da deputada federal Giovânia de Sá (PSDB). Tudo porque se trata de uma lei que habita o ambiente da polêmica ideológica cujas tensões estão em seus limites.

Na manhã desta sexta-feira (20), o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, sancionou a lei municipal nº 7.942, que garante aos alunos das escolas de Criciúma o direito ao aprendizado da Língua Portuguesa de acordo com as normas legais. O evento contou com a presença do vereador e autor da lei, Obadias Benones e a deputada federal, Geovânia de Sá. A sanção ocorreu no Salão Ouro Negro, do Paço Municipal Marcos Rovaris.

O documento também aborda a proibição da linguagem neutra na grade curricular e no material didático de instituições de ensino públicas e privadas e também em concursos públicos. A violação deste direito prevê sanções administrativas.

O autor da proposta, considera que se for adotada a linguagem neutra, com o argumento da inclusão, ela provocará uma severa segregação. Ele citou, em seu discurso do ato, por exemplo, que a comunidade surda e os desleixos sofreriam muito com isso.

Com informações do site ND Mais

Notícias Relacionadas

307 escolas da rede estadual recebem lousas digitais para tornar o ensino mais interativo e tecnológico

A expectativa é de que 141 mil estudantes poderão aprender de forma mais interativa e interessante com os equipamentos, durante as atividades virtuais ou no retorno das atividades presenciais.

UniCesumar: melhor EAD do Brasil oferece cursos com desconto por tempo limitado em Orleans

São mais de 50 opções em cursos de graduação e pós-graduação, todos aprovados pelo MEC. Entre os mais procurados estão pedagogia, agronegócio e contabilidade.

Atendimento aos estudantes com atividades não presenciais alcança 97% da rede estadual de ensino

O relatório da Diretoria de Ensino da SED indica que 522.325, dos 537.584 alunos matriculados na rede, estão acessando as atividades remotas de forma virtual ou com os materiais impressos.

São Joaquim suspende aulas nesta sexta-feira (5) na rede municipal por causa do frio intenso

A orientação foi da Defesa Civil, por causa das baixas temperaturas durante o dia