Geral

Em Criciúma, pessoas que recusarem vacinas irão para o fim da fila

Decreto foi assinado nesta quinta-feira (1º) pelo prefeito Clésio Salvaro.

Divulgação

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, anunciou nesta quinta-feira (1º) que assinou um decreto que obriga as pessoas que se recusarem a tomar vacina contra a Covid-19 a irem para o fim da fila da vacinação.

“Hoje assinei um decreto que coloca no fim da fila de vacinação contra a Covid-19 a pessoa que se recusar a tomar a vacina disponível no momento da vacinação correspondente à sua faixa etária ou grupo específico. Não escolha a vacina. Vacina boa é vacina no braço”, disse o prefeito via Twitter.

Outras cidades do país, como São Caetano do Sul e São Bernardo do Campo, ambas em São Paulo, terão decretos semelhantes nos próximos dias.

Com informações do site HC Notícias

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Jacinto Machado vacina idosos contra a gripe em casa para evitar aglomerações nos postos

No total, são 2.200 pessoas acima de 60 anos, que serão imunizados.

Colisão frontal entre veículos deixa duas pessoas feridas em Gravatal

O acidente ocorreu por volta das 18h deste domingo (22)

Três pessoas são presas em Tubarão ao pedir doações para entidade que não existe

Os suspeitos foram presos por estelionato na tarde desta segunda-feira (23)

Santa Catarina tem menor taxa de desocupação e de pessoas na informalidade do país, aponta IBGE

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-Covid 19) também apontou que a proporção de domicílios que receberam algum auxílio emergencial passou de 43% em junho para 44,1% em julho