Poderes Municipais

Em sessão solene, vereadores entregam Título de Cidadã Honoraria a Maria Regina Carniel Guimarães

A Reunião solene desta segunda-feira (7), iniciou as 19h sob presidência do Vereador Manoel Leandro Filho, obedecendo todas normas de prevenção a contaminação de Covid-19.

Divulgação

A Reunião solene da Câmara de Vereadores de Lauro Müller desta segunda-feira (7), iniciou as 19h sob presidência do Vereador Manoel Leandro Filho, obedecendo todas as normas de prevenção a contaminação de Covid-19. Esteve ausente o vereador Ronaldo da Silva, que se encontra em quarentena, porque sua esposa positivou para a Covid-19, e o vereador Anderson Antônio Bez Batti, que não justificou a ausência.

Com indicação do vereador Pedro Luiz Machado, a noite solene foi de entrega do Título de Cidadã Honorária a Maria Regina Carniel Guimarães. A homenageada atuou muitos anos na área da educação no município de Lauro Müller e ajudou a desenvolver um sistema de ensino sólido.

O vereador Pedro Luiz Machado falou da importância dessa homenagem. “Eu tive o prazer de trabalhar com a Dona Regina no Poder Legislativo com o prefeito Hélio, quando foi implantado o Sistema Positivo. Ela sempre preocupada com a educação dos nossos jovens e crianças e fez um belíssimo trabalho. Ela trabalhou com quatro prefeitos como secretaria, então olha a capacidade da Dona Regina. Só tenho a agradecer e tenho certeza que cada lauromullense está tão feliz quanto você, que é a homenageada. Estamos felizes com o seu trabalho, que mesmo depois de aposentada continuou trabalhando e contribuindo. Nada mais merecido que você ser lauromullense de papel passado”, ressalta.

Divulgação

A Maria Regina comentou a emoção de receber o Título de Cidadã. “É muito gratificante chegar nessa altura da vida e ser digna de tão honrosa homenagem. Realmente lauromullense de papel passado, aquilo que já me considerava há tempos, hoje se torna concreto. Com toda essa minha trajetória, sempre como profissional da educação, sempre estivemos em contato com muitas pessoas, toda uma comunidade escolar. Tudo isso que realizei na vida aconteceu porque sempre soube trabalhar de maneira compartilhada. Tenho como lema que ninguém chega em lugar nenhum sozinho. Então quero dividir a alegria desse momento com todos aqueles que estiveram ao meu lado. Como profissional da educação, sempre primei na boa formação do ser humano e fiz isso também com a minha família. Amo essa terra tanto quanto em quem nela nasceu, para não dizer mais”, comenta.

Divulgação

Confira a trajetória da homenageada:

Maria Regina Carniel Guimarães nasceu em Bom Jesus, Rio Grande do Sul em 25 de junho de 1948. É casada com Amilton Guimarães com quem tem três filhos: Amilton, Alexandre e Murilo. É vovó de quatro netos.

Maria Regina é uma mulher de fibra; Tenacidade é uma de suas marcas. Desde cedo foi atrás de seus objetivos. Cursou o ensino fundamental em sua terra natal, depois o Curso Normal em Curitiba. Iniciou sua vida profissional no Rio Grande do Sul em 1970.

Nos anos finais da década de 1970, após se casar com Amilton Guimarães, migra para Araranguá – SC. Lá fez a licenciatura curta em Estudos Sociais na Unisul. Em seguida cursou licenciatura em História, também na Unisul. Em 1980 chega a Lauro Müller, acompanhando o esposo que prestara concurso público para Acaresc (hoje Epagri).

Em Lauro Müller iniciou suas atividades na Escola de Ensino Fundamental Visconde de Taunay, atuando como professora de Ensino Fundamental – Anos Iniciais. Em seguida, prestou concurso e se tornou professora de História nesta escola. E daí para frente, sua atuação junto a esta unidade escolar se estendeu até o ano de 1999, quando se aposentou por tempo de serviço.

No período em que atuou na Escola Visconde de Taunay, exerceu a Direção, em 1988, indicada pela Secretaria de Estado da Educação. Em 1993, com a aprovação das eleições nas unidades escolares foi eleita novamente como Diretora. Em sua gestão, apoiada pela APP e pelos docentes, conseguiram adquirir as colunas de sustentação da quadra coberta. Foram anos de intensos trabalhos, tanto como gestora, quanto professora. Também como mãe educou e orientou seus filhos a buscarem formação superior, ajudando-os em todos os aspectos.

Em 1999 se afasta da educação pública estadual por aposentadoria depois de longos anos de dedicação e trabalho comprometido. Mas seu espírito combativo não a deixou por muito tempo sem se envolver com a educação. Em 2003 assume o cargo de Secretaria Municipal de Educação de Lauro Müller. Durante o tempo em que geriu a educação do município, fez profundas mudanças no sistema. Foi durante esse período que os professores e funcionários desta secretaria tiveram a aprovação da lei que lhes garantiu um plano de cargos e salários que é aplicado até a atualidade.

Revolucionou a educação municipal ao propor a nucleação das escolas isoladas que como o próprio nome já diz, estavam isoladas em comunidades e funcionavam de forma bastante limitadas. Naquele período o município atendia ao todo cerca de 200 alunos.

Acordadas as nucleações, lançou a ideia de ter na sede do município uma escola que atendesse todos os alunos. Surge então a Escola Municipal Hilário Pescador. Durante o período da construção do prédio sede, as turmas funcionavam em salas de aula alocadas no Colégio Estadual Walter Holthausen. Em 2006 é inaugurada a escola Municipal Hilário Pescador, hoje a maior escola da rede municipal, atendendo alunos do primeiro ao nono ano do ensino fundamental.

Ainda como secretária de educação, fechou convênio com a editora Positivo de Curitiba e o município passou a utilizar o Sistema Aprende Brasil, material apostilado, distribuído a todos os alunos da rede. À medida que foi implantando os anos finais, o sistema foi estendido também a esta etapa de ensino. Sob seu comando, incentivou a criação da Fanfarra Mirim da Escola Municipal Hilário Pescador.
Também em sua gestão foi iniciado o atendimento de creches a partir do berçário.

Cabe dizer, também, que como gestora, ampliou a possibilidade de alterar a carga horária dos profissionais. Até então os professores da rede municipal podiam trabalhar apenas 20 horas. Estendeu a possibilidade de carga máxima de 40 horas semanais, o que foi muito significativo na carreira dos professores. Também abriu concurso público para a área de Psicologia e Nutrição, sendo que sob seu comando a rede contava com psicóloga escolar e nutricionista para melhor atender à comunidade escolar, principalmente os estudantes.

Militante da causa educacional, retornou a gestão da educação municipal em 2013. Neste período, ativou o Conselho Municipal de Educação e a partir de resoluções discutidas e aprovadas no conselho, regulamentou o número de alunos que devem ser atendidos em cada ciclo da Educação Infantil. Regularizou a situação dos docentes, procurou desenvolver ações que trouxessem benefícios a toda classe, primando pela transparência dos atos legais e agindo com segurança e humildade.

Também foi vice presidente do colegiado da AMREC em 2016, foi presidente. Nessa trajetória de sucesso, cabe dizer que atuou como Secretária Municipal de Educação em quatro gestões, trabalhando com quatro prefeitos. Além das atividades profissionais, também participa de clubes de serviço, como o Lions, hoje licenciada.

A professora Maria Regina Carniel Guimarães tem a marca da alegria. 40 anos de vivência junto à comunidade lauromüllense a tornam a rio-grandense, mais barriga-verde de nosso município.

Notícias Relacionadas

Estigma das doenças mentais no Brasil é tema da redação do Enem

Estudantes terão até as 19h deste domingo para concluir primeira prova

Foragido da justiça do Belém do Pará é preso em Braço do Norte

Ocorrência foi registrada no sábado

Anvisa decide autorização emergencial para uso de vacinas

Pedidos foram feitos pelo Butantan/Sinovac e Fiocruz/Astrazeneca

Serra do Rio do Rastro estará interditada até segunda-feira (18)

Após análise realizada no local, foi entendida que as condições de segurança não estão reunidas foi recomendado que não seja liberado ao trânsito até ao final do dia de amanhã, segunda-feira (18).