Geral

Empresário emite nota de esclarecimento a respeito de fiscalização em posto de combustível de Orleans

Nota esclarece que não foi constatada irregularidade na parte física e estrutural do estabelecimento e que uma amostra de combustível será analisada.

Foto: Arquivo / Sul in Foco

Uma fiscalização de rotina foi realizada em um posto de combustível de Orleans na tarde desta segunda-feira (4). Profissionais do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro e do Instituto Geral de Perícias – IGP estiveram no estabelecimento.

Na noite do mesmo dia, o proprietário do Auto Posto Nonna Ema, Delton Baggio, emitiu uma nota de esclarecimento a respeito de boatos divulgados por meio de aplicativos de mensagens. Em nota, o empresário esclareceu que, durante a operação, não foi constatada qualquer irregularidade na parte física e estrutural. “Uma amostra de combustível foi levada para análise, porém, ainda não se tem informação do resultado”, adiantou.

Segundo ele, o resultado será divulgado assim que estiver concluído. “Em respeito a todos nossos funcionários, clientes e parceiros”, disse. “O Posto Nonna Ema preza pela política da livre concorrência e, por isso, vem sendo alvo de difamação por pessoas ainda desconhecidas que postaram fotos/vídeos do posto com a viatura do Instituto Geral de Perícias com a legenda ‘Posto Nonna Ema: perícia constata adulteração de combustível’. A informação veiculada nas redes sociais é falsa e caluniosa. Medidas cabíveis e judiciais estão sendo tomadas e os responsáveis serão penalizados”, concluiu Delton Baggio.

Notícias Relacionadas

Procon autua posto de combustíveis por preço abusivo em Criciúma

Operação irá fiscalizar 40 estabelecimentos do município, três já foram autuados.

PRF apreende mais de seis quilos de cocaína após motorista fugir da fiscalização na BR-101, em Jaguaruna

A droga estava em um GM/Onix com placas de Criciúma, que não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade.

Força-tarefa interdita empresa que ignorou decreto e alertas da fiscalização em Tubarão

Os fiscais também aplicaram na empresa quatro multas por sucessivos descumprimentos da ordem de fechamento.

Aresc realiza mais de 1,8 mil ações de fiscalização desde início da pandemia

Para reduzir a propagação do novo coronavírus, a Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Santa Catarina - Aresc segue atuando no controle do transporte público intermunicipal.