Economia

Empresários da região e SC Gás estreitam relações durante encontro em Criciúma

Mais de 40 clientes da concessionária cobraram melhorias na relação, manutenção de preço competitivo e garantia no fornecimento do produto para investimentos futuros.

 

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

A SC Gás realizou na tarde desta terça-feira (13), a primeira edição do “Troca de Ideias 2017”. O encontro reuniu mais de 40 empresários e representantes de  indústrias da região sul que atualmente são atendidas pela concessionária com a distribuição do gás natural como fonte de energia no processo fabril. A intenção é aproximar a distribuidora de seus clientes. O evento aconteceu no Auditório Diomício Vidal, na Associação Empresarial de Criciúma – ACIC.

Entre os assuntos tratados nas palestras estavam as novas alternativas de suprimento ao estado, após o término do contrato da SC Gás com a Petrobras em 2020, e o sistema desenvolvido pela Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina – Aresc para definir a tarifa do gás natural comercializado em território catarinense.

Além disso, foram discutidos os aspectos comerciais do modelo de geração distribuída a gás e novas modalidades de atendimento como as redes locais, que anteciparão a oferta do insumo em regiões desabastecidas.

O que querem as empresas

Entre os pontos de interesse das empresas estão a melhoria na relação da concessionária com as empresas, preço competitivo e garantia no fornecimento do gás para investimentos futuros. “Mesmo a SC Gás sendo uma concessionária, parece que a gente sempre trabalhou em lados opostos. Eles possuem uma dificuldade de contar com a simpatia dos clientes. Promover um encontro nesta natureza gera uma transparência maior e começa dar um sentimento de confiança que necessitamos como segmento”, destacou o diretor geral da empresa Esmalglass-Itaca de Morro da Fumaça, João Batista Borgert, uma das maiores empresas da região em matéria prima utilizada na indústria cerâmica.

Para o diretor presidente da Ceusa Revestimentos Cerâmicos de Urussanga, Gilmar Menegon, o gás natural é fundamental para a qualidade do produto e reflete diretamente na competitividade junto ao mercado exterior. “O evento é muito bom porque demonstra existir transparência. Sabemos que o poder concedente que é o Estado, quer investimento. A concessionária quer retorno e nós consumidores, queremos tarifas competitivas. Isso nos dá mais segurança para investirmos”, afirma.

Na cerâmica vermelha, a intenção de interligar as empresas à rede de gás natural para utilizar o combustível como fonte de calor na produção é de extrema urgência. ”As empresas que não tiveram a oportunidade no passado de possuir o gás natural, que se credenciem. A principal dificuldade era a burocracia. Mobilizaremos o máximo de empresários do setor para participarem na próxima semana, de um encontro. O objetivo é observar as oportunidades que a SC Gás está oferecendo ao setor”, enaltece o presidente do Sindicato da Indústria da Cerâmica Vermelha, Sérgio Pagnan.

O setor integra atualmente 40 empresas em sete municípios do Sul do Estado. Deste montante, apenas sete contam com o gás natural.

  • IMG_7289 (Copy)
  • IMG_7307 (Copy)
  • IMG_7297 (Copy)
  • IMG_7278 (Copy)
  • IMG_7291 (Copy)
  • IMG_7256 (Copy)
  • IMG_7299 (Copy)
  • IMG_7293 (Copy)
  • IMG_7271 (Copy)

Comprometimento

Durante toda a tarde, gerentes, técnicos e o Diretor de Administração e Finanças da empresa, Rafael Gomes, fizeram apresentações sobre as atividades da empresa e também participaram de debates com 45 clientes industriais da SC Gás na região Sul. “Reforçar o nosso compromisso para que possamos estar junto produzindo com gás natural. Que essa seja uma provocação para um debate ao longo do ano e que cada vez mais, buscaremos estar muito próximo de vocês”, enfatiza Gomes.

A Gerente Comercial da SC em Santa Catarina, Anna Cristina Limeira Martins Ferreira, concorda com a existência de uma relação distante entre a concessionária e as empresas. ”No passado existia uma grande separação entre a SC Gás e os seus clientes, hoje não existe mais. A nova metodologia que a SC Gás aplica só tem melhorado esta integração entre ambos”, afirma.

A SCGás possui hoje 60 clientes industriais na região Sul, que juntos representam 40% do consumo de gás natural por este segmento no estado. De acordo com a FIESC, as 243 indústrias atendidas pela SCGÁS representam cerca de 40% do PIB de Santa Catarina e geram mais de 85 mil empregos.

O “Troca de Ideias” ainda terá mais duas edições em 2017. O próximo encontro ocorrerá em Blumenau, na próxima terça-feira (20) reunindo clientes das regiões do Vale e Alto Vale Itajaí e Grande Florianópolis, na sede da ACIB. No dia 28, o evento volta a acontecer em Joinville com clientes da região Norte, na sede da ACIJ.

 

Notícias Relacionadas

Em audiência pública, municípios do Sul decidem ir à Justiça para reverter questão dos pedágios na BR-101

As três associações de municípios que serão impactados pela implantação das praças de pedágios no trecho Sul da BR-101 se reuniram na Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva, em Tubarão

Prefeitura realiza doação de terrenos para empresas e fomenta geração de empregos em Criciúma

Localizadas no Loteamento Industrial Vila Natureza, áreas foram destinadas para duas empresas. Objetivo é a geração de empregos e renda às famílias

Aberta ao público externo, Feira da Empregabilidade Satc aproxima empresas de futuros colaboradores

Mais de 20 empresas da região estarão presentes para dois dias de conversas com candidatos a novos empregos

Decretada preventiva de motociclista embriagado que atentou contra policiais em Armazém

Uma simples abordagem de trânsito terminou em grande confusão com direito a perseguição, tiros de bala de borracha e a investida de um motociclista embriagado contra os policiais militares.