Geral

Empresas Rio Deserto recebe Certificação de Responsabilidade Social pelo 7º ano consecutivo

Foto: Divulgação

Pelo 7º ano consecutivo, as Empresas Rio Deserto foram condecoradas com a Certificação de Responsabilidade Social de Santa Catarina. A solenidade de entrega do título aconteceu na noite desta segunda-feira, 4, durante sessão especial realizada no Plenário Deputado Osni Régis, na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, em Florianópolis.

Ao todo, 60 empresas e organizações catarinenses foram reconhecidas pelas práticas e ações de cunho social e ambiental desenvolvidas no Estado. No evento, as Empresas Rio Deserto foram representadas por um dos administradores, João Gabriel Pagnan Zanette.

A vice-presidente da Comissão Mista de Certificação de Responsabilidade Social, Raquel Souto, explica que para a conquista da Certificação de Responsabilidade Social, foi avaliado o balanço social das organizações. “É perceptível que as entidades e empresas têm se aperfeiçoado e começaram a trazer aquilo que é de fato importante em um balanço social. A evolução é aparente, sendo que as organizações têm se dedicado e incluído a responsabilidade social na gestão dos negócios”, destaca.

Um dos administradores das Empresas Rio Deserto, Valcir José Zanette, afirma que a Certificação de Responsabilidade Social vem para coroar as ações promovidas pela empresa. “Estamos cada vez mais motivados para a continuidade de nossos trabalhos em favor das ações de interesse coletivo, tais como saúde e segurança, boas condições de trabalho, meio ambiente e educação, com envolvimento e participação de todos, para que tenhamos uma vida melhor”, sublinha.

A Certificação

A Certificação de Responsabilidade Social é promovida anualmente pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina em conjunto com outras 12 instituições e órgãos públicos, sendo instituída por lei estadual para valorizar empresas privadas, empresas públicas e organizações que tenham a responsabilidade socioambiental incluída em suas políticas de gestão. Na 7ª edição, 100 organizações tiveram a inscrição homologada no certame e 60 cumpriram os requisitos para a certificação.

Além do certificado, também foi concedido Troféu de Responsabilidade Social – Destaque SC a quatro empresas e duas organizações da sociedade civil que obtiveram as melhores pontuações na avaliação dos balanços sociais e projetos desenvolvidos.

Os processos das organizações inscritas foram julgados pelos representantes de entidades e órgãos públicos que compõem a Comissão Mista de Certificação de Responsabilidade Social: ALESC – Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina; CONEDE/SC – Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência; CRC/SC – Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina; FACISC – Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina; FATMA – Fundação do Meio Ambiente; FECAM – Federação Catarinense dos Municípios; FECOMÉRCIO – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Santa Catarina; FIESC – Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina; ICOM – Instituto Comunitário Grande Florianópolis; OAB/SC – Ordem dos Advogados do Brasil de Santa Catarina; OCESC – Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina; OSSJ – Observatório Social de São José; SEBRAE/SC – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina.

Colaboração: Vanessa Nórdio/ Enfatizze Comunicação

Notícias Relacionadas

Brasil acumula 159,4 mil mortes por covid-19 desde início da pandemia

Foram registrados 508 óbitos desde ontem

Pandemia mostrou que o Judiciário pode mudar, diz ministra

Cármem Lúcia disse que “vivemos um tempo de urgência”

Brasileiro sem carro acha mais seguro usar bicicleta durante pandemia

Táxis ou aplicativos também são vistos como meios seguros de condução

Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz

Tereza Cristina disse que a pandemia desequilibrou o mercado de grãos