Geral

Epagri amplia monitoramento do vento junto ao Porto de Imbituba

Ele explicou que a estação anemométrica foi instalada, a pedido do Porto, numa posição estratégica junto ao cais

Divulgação

A Epagri instalou no dia 7 de outubro uma estação anemométrica, que mede a velocidade do vento, no Porto de Imbituba. O equipamento faz a medição de forma automática e transmite as informações instantaneamente para o banco de dados da Epagri/Ciram, em Florianópolis. Vai ser mais uma ferramenta a apoiar a operação deste importante porto catarinense.

Segundo Hamilton Justino Vieira, responsável pela rede de monitoramento ambiental da Epagri/Ciram, o novo equipamento vai complementar as informações geradas pela estação meteorológica completa que já opera na unidade. Ela mede temperatura e umidade relativa do ar, radiação, pressão barométrica, chuva e vento.

Ele explicou que a estação anemométrica foi instalada, a pedido do Porto, numa posição estratégica junto ao cais. As medições da velocidade de vento neste ponto vão apoiar a tomada de decisão de atracamento e desatracamento de navios, dando mais segurança a estas operações. Os dados também vão formar uma nova série histórica para estudos científicos, projetos de engenharia e laudos para eventos extremos.

Cooperação

SCPAR Porto de Imbituba é uma sociedade de economia mista do Estado de Santa Catarina e está em franco crescimento. De janeiro até meados de outubro, havia atendido a 229 navios e movimentado mais de 5,2 milhões de toneladas de carga. O recorde aconteceu em julho, quando movimentou 717.807,239 toneladas. No ano passado bateu recordes de movimentação anual, movimentações mensais e de embarques.

A Epagri/Ciram é o órgão oficial de monitoramento ambiental em Santa Catarina. Conta atualmente com mais de 300 pontos monitorados no estado, que geram mais de 90 mil novos dados ao dia, inseridos automaticamente no banco digital da instituição, na Capital. Os dados são atualizados a cada hora e disponibilizados em tempo real e gratuitamente para toda a sociedade nas plataformas Agroconnect e Litoral on-line. “A cooperação entre as instituições mostra a proatividade de seus gestores em prol da sociedade catarinense”, avaliou Hamilton.

O pesquisador da Epagri/Ciram explicou que as informações geradas pela rede de monitoramento são utilizadas para promover a preservação, recuperação, conservação e utilização sustentável dos recursos naturais. Além de serem subsídios para elaboração de previsão do tempo, avisos e boletins meteorológicos, os dados coletados também apoiam a execução de estudos e levantamentos meteorológicos e climatológicos aplicados à agricultura, maricultura e oceanografia.

Notícias Relacionadas

Natal Show da Educação em Braço do Norte é cancelado

A medida se faz necessária para cumprir as Portarias n. 1303/2021 e n. 1305/2021, ambas da Secretaria de Estado da Saúde

Satc lança curso de elétrica para funcionários de cooperativas

Curso, que terá seu início em março de 2022 é destinado a técnicos, engenheiros ou pessoas que interagem em manutenção e construção de redes de energia elétrica

PP de Lauro Müller promoverá Convenção Municipal nesta quinta-feira

O evento ocorrerá a partir das 19h30min, no Balneário Godinho, e contará com a presença de lideranças estaduais.

Cidades de SC alteram programação de Réveillon após portaria com novas regras para eventos

Protocolo do governo proíbe eventos com mais de 500 pessoas e que provoquem aglomerações