Geral

Equipe do CCZ recebe novo carro

Um novo carro para uso do Centro de Controle de Zoonoses de Criciúma (CCZ) vai começar a rodar para tirar animais errantes das ruas da cidade. A entrega do Fiat Fiorino personalizado ocorreu em ato promovido na sede do equipamento da secretaria do Sistema de Saúde, nessa sexta-feira (5).

O veículo do tipo furgão pequeno oferece melhores condições de trabalho aos profissionais do CCZ. O espaço para animais fica isolado dos passageiros do carro, conforme destaca a coordenadora do órgão, Bruna Francisco Maffei. “A limpeza e a higienização se dá com muito mais facilidade e rapidez, além de podermos transportar mais animais, podendo levar até oito por viagem”, ressalta.

A equipe do CCZ recolhe animais com doenças passíveis de contaminação de seres humanos e encaminha as fêmeas para castração com o intuito de controlar a população desses cães de rua. “O real propósito do CCZ é dar dignidade aos animais que ficam pelas ruas. Esses bichos precisam ser bem tratados e ter carinho. Nossos profissionais fazem esses cuidados e depois de sanados das doenças ficam aptos para adoção”, ressaltou o prefeito Márcio Búrigo.

A conquista do veículo pela secretaria do Sistema de Saúde atendeu a um intento dos profissionais. “Este carro tem um valor imenso para agilizar os trabalhos da nossa equipe. Agradecemos muito pelo empenho e a prioridade dada a este pedido”, enalteceu a secretária do Sistema de Saúde, Geovânia de Sá.

Controle da população

A absoluta maioria das ligações recebidas pelo CCZ pede o recolhimento de cadelas errantes. Segundo o veterinário responsável pela castração destes animais, Vilson Cardoso, nos últimos quatro anos, aproximadamente 3,6 mil passaram pelo procedimento. “Esta contagem agrega os animais recolhidos pelos profissionais do CCZ e a ONG SOS Vira Lata. Estas cadelas castradas deixaram automaticamente de gerar mais de 25 mil cães nas ruas de Criciúma”, calcula.

Adoção

Depois de tratados, os cães ficam aptos para adoção no Centro de Controle de Zoonoses de Criciúma. A coordenadora da estrutura convida aos interessados em pegar um cachorrinho para procurar o CCZ e encontrar um novo companheiro. Atualmente há aproximadamente 50 animais no canil.

Colaboração: João Pedro Alves

  • 04034ca85052dc00246872be6cac484d
  • p17uqg91iq1k4cfqm1s0dp5e19kh3
  • p17uqg91iq1s051vob8a01rf9pma4
  • p17uqg91iq1rpmqqu1vo6oel1bn95