Geral

Escola Ludovico Coccolo é classificada para Feira Nacional de Matemática

Classificação ocorreu durante a participação da unidade escolar na 35ª Feira Catarinense.

Divulgação

Com o projeto a ‘Importância de desenvolver os modelos matemáticos utilizando material manipulativo’, os alunos Luiz Otávio Zapelline e Maciel Eduardo Pinheiro de Oliveira se classificaram para a Feira Nacional de Matemática. O triunfo da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental (EMEIEF) Padre Ludovico Coccolo foi divulgado durante a participação da unidade na 35ª Feira Catarinense de Matemática, em Campos Novos. A iniciativa ocorreu na última quarta-feira (23) e seguiu até sexta-feira (25), com a inscrição de 155 projetos.

A Feira Nacional será realizada entre os dias 27 e 29 de maio de 2020, em Campos Novos. De Santa Catarina, foram classificados 40 trabalhos. “Claro que o frio da barriga sempre tem, mas sabíamos que tínhamos feito um trabalho muito bom. Foi 104º projeto a ser avaliado, mas sabíamos que tínhamos chance de passar. Os alunos ficaram muito felizes, toda a comunidade da escola ficou. Foi sem explicação, nos dedicamos nos fins de semana, e conseguimos esta conquista”, ressalta a professora do EMEIEF Padre Ludovico Coccolo, Dulcelena Pereira da Silva Vitoriano. Os estudantes passaram na categoria do Ensino Fundamental II.

Criciúma teve outro representante na Feira Catarinense, foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jorge da Cunha Carneiro. Os alunos Lucas dos Santos da Rosa e Isabela Milack da Silva foram destaques na competição com o projeto ‘Tijolos matemáticos: construir para aprender’. “É mais uma alegria para a Secretaria Municipal de Educação. Isto é um resultado de muito trabalho e dedicação dos nossos alunos. É a matemática abrindo portas e oportunidades aos estudantes, assim eles podem crescer e aprender cada vez mais”, ressalta a secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca. A Feira Catarinense foi dividida em cinco categorias: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Ensino Superior.

Sobre o projeto

O trabalho desenvolvido pelos alunos da EMEIEF Padre Ludovico Coccolo focou nos cubinhos de madeira. Os estudantes conseguiram visualizar que tudo tem um padrão. A raiz quadrada, potência e múltiplos divisores foram feitas, primeiramente, no material dourado e depois foi passado para a malha quadriculada, que são os cadernos com os quadradinhos, deste modo, os alunos conseguiam visualizar nos dois materiais.

Colaboração: Comunicação DECOM

Notícias Relacionadas

Educação monta força-tarefa para garantir que alunos de comunidades distantes recebam atividades impressas

O mesmo esforço para entregar as atividades impressas para alunos sem acesso à internet está sendo feito por vários gestores escolares e professores da rede estadual.

Projeto Educanvisa promove saúde em escolas da rede municipal de Lauro Müller

UniCesumar: melhor EAD do Brasil oferece cursos com desconto por tempo limitado em Orleans

São mais de 50 opções em cursos de graduação e pós-graduação, todos aprovados pelo MEC. Entre os mais procurados estão pedagogia, agronegócio e contabilidade.

I Feira do Livro é oficialmente aberta em Orleans