Geral

Escolas Costa Carneiro e Toneza Cascaes são beneficiadas com recurso do Governo do Estado

  • 5f24b1dc-2175-443c-bf6b-cf6d96369699
  • 8c1757cc-f49b-4e9b-bfc4-2e317cb731ba

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira assinou, nessa segunda-feira (25), em cerimônia realizada na Associação Empresarial de Criciúma – Acic, o convênio no valor de R$ 1,6 milhão para reformas em treze escolas de municípios pertencentes à Agência de Desenvolvimento Regional – ADR de Criciúma.

Entre elas, as Escolas de Educação Básica – EEB Costa Carneiro, no valor de R$ 80.558,61, e EEB Toneza Cascaes, no valor de R$ 42.143,38. Na primeira, o recurso será destinado à construção de uma quadra poliesportiva para as aulas de Educação Física. Na segunda, para o lajotamento da parte interna da escola e para as calçadas.

O processo licitatório é de responsabilidade do Governo do Estado, por meio da ADR de Criciúma. A diretora da EEB Costa Carneiro, Genaina Coan, a vereadora Mirele Cruz Debiasi Perico (PSDB), e o assessor parlamentar do PSDB de Orleans, Edelcio Zampronio, estiveram presentes no ato e comemoraram a conquista. Eles levaram a reivindicação ao secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, em Florianópolis, em agosto deste ano.

Veja também: Comitiva de Orleans busca quadra para Escola Costa Carneiro, em Florianópolis

Conforme Genaina, trata-se de um sonho antigo. “A escola foi fundada em 1935 e não possui quadra. Então é algo buscado há mais de 20 anos, por várias direções, não apenas pela nossa gestão. Isso proporcionará, sem dúvida, em melhorias na educação. As aulas de Educação Física terão ainda mais qualidade. Atualmente, são feitas do areão. Além disso, o local poderá ser utilizado para atividades das demais disciplinas também”, destacou a diretora. “Nossas viagens à capital e a persistência deram resultado para nossa cidade”, celebrou a vereadora Mirele.

A diretora da EEB Toneza Cascaes, Viviane Correa, também esteve na solenidade de abertura oficial das licitações. Tal como no Costa Carneiro, a reivindicação do Toneza Cascaes se estende há anos. “Como é um sonho antigo, estamos extremamente felizes, pois irá deixar a escola com a aparência mais agradável e com uma boa mobilidade, principalmente em dias chuvosos, além da aparência melhor muito”, afirmou.

Ambas as conquistas são resultado de esforço coletivo do Governo do Estado de Santa Catarina, da Administração Municipal e da Câmara de Vereadores de Orleans, de deputados e secretários estaduais, da direção e professores, das Associações de Pais e Professores – APP e entre outros envolvidos. Na solenidade, também estiveram presentes o secretário estadual da Infraestrutura, Luiz Fernando Caroso, o Vampiro, o secretário da ADR de Criciúma, João Fabris, e os diretores de todas as escolas contempladas, além de demais autoridades.

Escolas contempladas

EEB Ministro Jarbas Passarinho (Criciúma) – R$ 63.309,79
EEB Walter Holthaunsen (Criciúma) – R$ 23.737,39
EEF São Cristovão (Criciúma) – R$ 35.635,01
EEB Luiz Tramontin (Forquilhinha) – R$ 188.678,82
EEB Visconde de Tauany (Lauro Muller) – R$ 88.985,71
EEB Humberto Hermes Hoffman (Nova Veneza) – R$ 45.000,00
EEB Costa Carneiro (Orleans) – R$ 80.558,61
EEB Toneza Cascaes (Orleans) – R$ 42.143,38
EEB Silvio Ferraro (Siderópolis) – R$ 50.000,00
EEB Prof. Maria Gloria e Silva (Içara) – R$ 98.202,75
EEB Quintino Folhiarini Dajori (Içara) – R$ 41.602,58
EEB Barão do Rio Branco (Urussanga) – R$ 95.986,53
EEB Visconde de Tauany (Lauro Muller) – R$ 98.438,29
EEB Salete Scott (Içara) – R$ 400.000,00
EEB Abílio Cesar Borges (Nova Veneza) – R$ 259.360,39

Notícias Relacionadas

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina

Governo do Estado amplia em quase 70% os investimentos e aplica R$ 18,8 milhões em conservação de rodovias em 2020

O repasse para conservação das SCs teve um salto de 69,4% no primeiro semestre de 2020, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Plano Safra: Governo do Estado e setor produtivo unem esforços para incentivar acesso ao crédito rural

A intenção é incentivar ainda mais os pequenos agricultores e pescadores a acessar os recursos disponibilizados pelo Governo Federal, como forma de ampliar a competitividade do meio rural e pesqueiro de Santa Catarina e movimentar a economia local.

Tribunal de Justiça nega recurso que pedia retorno de transporte coletivo municipal em Criciúma

O magistrado manteve a posição adotada pela 2ª Vara da Fazenda Pública da comarca de Criciúma