Geral

Esposa de personal que agrediu morador de rua afirma: ‘Vi a imagem de Deus’

No áudio, que enviou para uma amiga, a mulher afirma que a ação foi consentida. De inicio, o morador de rua havia pedido doações à ela

Divulgação

Em um áudio gravado pela esposa do personal trainer Eduardo Alves, 31, a mulher explica a traição com o mendigo após ser flagrada tendo relações sexuais com o morador de rua em um carro. O fato ocorreu nesta segunda-feira (14), no Distrito Federal.

No áudio, que enviou para uma amiga, a mulher afirma que a ação foi consentida. De inicio, o morador de rua havia pedido doações à ela. ”Me deu vontade de dar um abraço nele”, disse ela. Em seguida, o homem pediu para massagear seus pés.

No relato, ela explica que começou a ter visões de que estaria na presença de Deus e em outros momentos, o morador de rua seria Eduardo, seu marido. ” Às vezes, eu o enxergava como Deus, às vezes como Eduardo”, afirma.

Eles ainda estavam em via pública e teriam trocado caricias, resultando em um beijo na frente da sogra, mãe de Eduardo, que ficou incrédula. ”É o meu propósito, deixa eu receber o meu propósito”, disse à sogra.

Após terem se beijado, o morador entrou no veículo da mulher e os dois foram para um local reservado. ”Fui procurando um lugar escuro e vazio na rodoviária pra gente ficar junto. Eu senti a necessidade de deixar ele entrar no meu carro”, declarou ela na gravação.

A agressão foi capturada pelas câmeras de segurança da rua. Durante à noite Eduardo se aproximou do veículo de sua esposa, batendo na lataria diversas vezes, até que conseguiu abrir a porta tirando o homem de dentro do veículo e o espanca.

Nota do personal trainer

De acordo com Eduardo em uma nota de esclarecimento, após espancar o morador de rua. De acordo com ele, a esposa estaria em um surto psicótico, e assim, não haveria relação extraconjungal consensual, e sim um estupro. ”Não se trata de uma traição, e, sim, crime de violência”, diz Eduardo.

Os policiais que foram acionados para atender a ocorrência afirmaram que a esposa de Eduardo disse que a relação foi consentida. Uma testemunha foi ouvida e afirmou o mesmo.

Uma foto que foi divulgada nas redes sociais mostra a esposa de Eduardo entregando uma Bíblia para o homem em situação de rua horas antes do ocorrido. Os perfis de Eduardo e sua esposa foram deletados após a repercussão do caso.

”A Sandra sempre foi uma mulher honesta, trabalhadora, temos atividades profissionais e filhos pequenos. O que houve na última quarta-feira foi algo terrível que nunca tínhamos vivido. Seguimos confiantes no trabalho de investigação da Polícia Civil e Ministério Público”, finaliza a nota.

O que diz o morador de rua

Durante seu depoimento prestado na delegacia, o morador relatou aos policiais, que por volta das 21h30 de segunda-feira, um carro parou em proximidades da escola paroquial. E dentro do carro estaria a esposa de Eduardo, que segundo ele, a mulher havia chamado e pediu para se aproximar.

Em seguida, ela teria dito: ”Vamos brincar?”. Na sequência, o morador de rua contou para os policiais que foi convencido a entrar no carro. E afirmou que quando estava tendo relações sexuais com ela, ”Um homem bravo invadiu o veículo” e deu inicio à briga. Ele declarou que não conhecia a mulher e que não a estuprou.

Assim como a mulher, o morador também foi levado ao hospital. Ele apresentava machucados no rosto e estava com os olhos roxos. Apesar disso, ele passa bem. Eduardo prestou depoimento e foi liberado. Ele poderá responder pelo crime de lesão corporal.

O delegado responsável pelo caso disse que a investigação segue em sigilo e não quis dar detalhes.

Divulgação

Com informações de PragmatísmoPolítico

Notícias Relacionadas

Operação “Street Cleaner” é deflagrada na cidade de Lauro Müller

Com o intuito de controlar o tráfico de drogas a ação foi realizada na região de Barreiro, no distrito de Guatá

Homem é achado morto em cama de hotel em SC

Ele estava no município para o evento de uma empresa de climatizadores evaporativos; vítima foi identificada como Geraldo Paulo Marques

Bandidos esquartejam vacas para roubar carne em cidade do Norte de SC

As vacas foram esquartejadas em uma fazenda na localidade de Mafra; prejuízo deve ser de mais de R$ 35 mil

Duas cidades de SC estão entre as mais solidárias do país segundo a ONU; saiba quais

Municípios são destaque no atendimento e acolhimento a refugiados e migrantes