Trânsito

Estacionamento Rotativo em Içara terá alterações para melhoria dos serviços

Entre as mudanças é que os usuários do sistema terão 10 minutos de tolerância para iniciar a contagem para o pagamento.

Divulgação

Com o objetivo de melhorar o Sistema de Estacionamento Rotativo em Içara, devido às reclamações dos usuários, algumas alterações serão realizadas a partir do próximo dia 10 de julho. Entre as mudanças é que os usuários do sistema terão 10 minutos de tolerância para iniciar a contagem para o pagamento. E será acrescido no prazo de cinco dias, para 10 dias úteis, para o pagamento da taxa de regularização do tempo excedido no valor de R$ 18, que evita a multa de trânsito de R$ 195,23. As informações foram repassadas por representantes da Serbet Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil, em reunião nesta terça-feira, com o Presidente da Câmara Municipal Rodrigues Mendes, o Sapinho.

“A empresa também vem trabalhando na capacitação dos funcionários para um melhor atendimento”, informou o diretor operacional da Serbet Daniel Meira. “As alterações foram uma luta de todos os vereadores, pois este assunto foi muito debatido na Câmara. Ficamos satisfeitos com a atitude da empresa, que respondeu o nosso pedido e mostrou responsabilidade em melhorar o sistema de rotativo”, comentou Sapinho. O jurídico da Serbet Claúdio Vieira França, também esteve presente na reunião.

Colaboração: Comunicação Câmara de Içara 

Notícias Relacionadas

São Ludgero realiza eventos para cidadãos conhecerem os serviços e benefícios sociais disponibilizados na cidade

Os eventos explanarão sobre os direitos sociais para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Estacionamento e obra parada são alvos de protesto em Laguna

Interessados em oferecer serviços de transportes com plataformas digitais têm 30 dias para se regularizar em Braço do Norte

Após 30 dias, aqueles que estiverem exercendo o transporte remunerado de passageiros e não estiverem regularizados estarão sujeitos às medidas estabelecidas na Lei Complementar 487/2019.

Pedreiro de cemitério condenado por enriquecimento ilícito e venda casada de serviços em Urussanga

Os fatos aconteceram entre 2010 e 2012, quando o homem era responsável pela gestão do Cemitério Municipal de Urussanga