Geral

Estado: Polícia investiga cenas de sexo em público no Litoral Norte

Flagras foram feitos em lanchas na praia do Caixa d'Aço, em Porto Belo, e em uma cabine na roda gigante de Balneário Camboriú, e vídeos circularam nas redes.

Divulgação

Duas cenas de sexo em locais públicos no Litoral Norte de Santa Catarina estão sendo investigadas pela polícia. Uma delas aconteceu em uma lancha, na praia do Caixa d’Aço, em Porto Belo.

A outra cena foi filmada pelo casal, que resolveu praticar o ato dentro de uma das cabines da roda gigante de Balneário Camboriú, que também são monitoradas por câmeras. O vídeo acabou caindo nas redes sociais, e nas mãos da polícia.

As polícias Civis de Porto Belo e de Balneário Camboriú investigam ambos os casos.

A delegada Luana Backes, de Porto Belo, instaurou termo circunstanciado para apurar o crime de ato obsceno em uma lancha, no Caixa d’Aço. Caso condenados, a pena é de detenção, de três meses a um ano, ou pagamento de multa.

De acordo com a delegada, o homem e uma das mulheres envolvidas já foram identificadas e devem ser chamados para depor. Um vídeo mostrando a cena também circulou nas redes sociais.

De acordo com o delegado David Queiroz, de Balneário Camboriú, o casal da roda gigante já foi identificado. Eles devem ser chamados para depor. A data que o vídeo foi gravado não foi divulgado.

A FG Big Wheel informou, em nota, que desde o início das operações, dois casos de abuso já foram identificados. Ambos foram encaminhados para a polícia.

Segundo a atração, assim que qualquer ato suspeito “que viole a moral, a integridade e as normas de segurança do equipamento e seus ocupantes”, a operação do equipamento é interrompida e é feito contato com os ocupantes.

Com informações do NDmais

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Inovação e tecnologia ampliam a prestação de serviços digitais do Estado ao cidadão durante pandemia

Com aplicativos, sites e plataformas digitais, secretarias e órgãos de Estado adaptaram suas rotinas e substituíram o atendimento presencial pelo online.

Coronavírus em SC: Fapesc aprova cinco projetos de pesquisa e destina R$ 500 mil a estudos sobre Covid-19 no estado

O edital buscava estudos que apontassem soluções para o combate à epidemia e seus efeitos na sociedade e na economia.