Geral

Estiagem em SC: Governo do Estado destina R$ 3 milhões para compra de reservatórios e transporte de água

Os R$ 3 milhões somam-se a R$ 39 milhões disponibilizado em 2020 aos agricultores de Santa Catarina para reduzir os prejuízos com a seca e com outros efeitos climáticos.

Divulgação

O Governo do Estado vai investir mais R$ 3 milhões, com recursos da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), em ações para amenizar os prejuízos causados pela estiagem em Santa Catarina. O recurso será usado na aquisição de reservatórios e no transporte de água para as localidades mais atingidas. A medida foi tomada durante reunião dos chefes da Casa Civil, Ricardo Miranda Aversa, e da Defesa Civil, Aldo Baptista Neto, com o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Júlio Garcia, e com o deputado estadual Onir Mocellin na tarde desta segunda-feira, 16.

“Com o advento da estiagem, novas prioridades surgiram no atendimento emergencial à população. Com isso, o Governo de SC propôs à Alesc uma reorganização financeira de recursos já repassados anteriormente para que possamos aplicar cerca de R$ 3 milhões no combate a esse grave problema”, afirmou o chefe da Casa Civil.

Cidades afetadas pela estiagem e que têm seus decretos de situação de emergência homologados poderão fazer a solicitação dos itens que constam na estratégia de enfrentamento. Em Santa Catarina, a estiagem atinge principalmente as regiões Oeste, Meio-Oeste, Extremo Oeste e Planalto Sul.

Para o chefe da Defesa Civil, a estratégia que será disponibilizada para os municípios, com o valor destinado, trará alívio a famílias e comunidades catarinenses que convivem com a falta de água diariamente. “Esse recurso é importante porque nos dá agilidade na resposta à população. Os reservatórios de água vão atender comunidades nas mais variadas atividades”, ressaltou Aldo Baptista Neto.

Para o transporte de água serão usados caminhões basculante adaptados especialmente para a função e equipados com moto bombas, reservatório e mangueiras.

Desde 2019, uma série de medidas vem sendo adotada para monitorar a evolução da estiagem e minimizar os danos. Com este foco, equipes da Defesa Civil percorreram municípios, avaliando cada situação e garantindo que as melhores ações possam ser colocadas em prática.

Recursos para a agricultura

Os R$ 3 milhões somam-se a R$ 39 milhões disponibilizado em 2020 aos agricultores de Santa Catarina para reduzir os prejuízos com a seca e com outros efeitos climáticos. Na última semana, a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural anunciou um aporte de R$ 15 milhões, também com recursos da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), que serão investidos em projetos de captação, armazenagem e distribuição de água para produtores rurais em situação de vulnerabilidade social e de médio porte, além do repasse de recursos para os municípios mais afetados.

Notícias Relacionadas

Criciúma: Após discussão, homens são alvejados em Criciúma

Disparos causaram ferimentos graves.

Cadê o sol? Frente fria passa por Santa Catarina e tempo tem mudanças

Atuação de baixa pressão sobre o Estado influencia nas alterações climáticas.

“Domingo na rua” retorna neste fim de semana em Tubarão

Projeto destinado aos moradores de Tubarão e região será retomado neste domingo (24).

Jovem de 25 anos morre após acidente em Jaguaruna

Após colisão frontal o motociclista não resistiu aos ferimentos e morreu na hora; testemunhas relatam que o condutor da moto estava na contramão.