Saúde

Estoque de vacina contra Covid-19 é zerado em Criciúma

As 5,1 mil doses recebidas já foram aplicadas em profissionais de saúde, idosos institucionalizados e idosos com mais de 85 anos. Informações sobre novos lotes devem ser recebidas apenas na próxima sexta-feira

Divulgação

A Secretaria de Saúde de Criciúma interrompeu a vacinação contra Covid-19. As mais de 5 mil doses encaminhadas pelo Governo Federal, via Estado, já foram aplicadas para imunizar profissionais de saúde e idosos com mais de 85 anos de idade. De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Acélio Casagrande, apenas na próxima sexta-feira (19) o município deve receber informações sobre novos lotes. “Nos organizamos e imunizamos as pessoas e faixas etárias previstas pelo plano. A continuidade da vacinação depende agora do recebimento de novas doses, esperamos que venham logo”, explicou.

Ao todo, Criciúma recebeu 5.104 doses de vacina, sendo 3.294 da Coronavac e 1.810 da Astrazeneca. Foram imunizados 4.106 profissionais de saúde, 199 idosos de Instituições de Longa Permanência (ILPIs) e 23 pessoas institucionalizadas com deficiência. Das faixas etárias acima de 85 anos foram vacinados 570 idosos, sendo 409 com mais de 90 anos e 561 entre 85 e 89 anos de idade.

Cadastramento e cuidados necessários

Enquanto a Secretaria de Saúde aguarda mais doses para retomar a vacinação em outras faixas etárias previstas, a população deve continuar se cadastrando no site minhavacina.criciuma.sc.gov.br. O registro é necessário para garantir o chamamento de todos conforme suas regiões de residência. No site basta preencher os dados pessoais, colocar o número do cartão do SUS e apontar eventuais comorbidades. Ao finalizar, cada morador recebe um número de protocolo para confirmação.

Além disso, o setor de Vigilância em Saúde também destaca a importância da manutenção dos cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus. “Higienizar as mãos, manter o distanciamento e usar máscara são cuidados imprescindíveis. A prevenção ainda é nossa maior arma contra a doença e cada um de nós deve fazer sua parte”, enfatizou o gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Samuel Bucco.

Aumento no número de positivados

O secretário Acélio Casagrande também alerta a população para a possibilidade de uma nova lotação nos hospitais, já que o número de contaminados pela Covid-19 vem crescendo na cidade, assim como em outras regiões do Estado. “O número de casos positivados com a doença está crescendo novamente e isto nos assusta. É possível que tenhamos uma nova onda grave de contaminações e isto pode provocar uma nova superlotação dos hospitais. Queremos que a população não relaxe os cuidados. A vacina ainda não chegou para todos e precisamos controlar ainda mais a disseminação da doença”, alertou Acélio.

Notícias Relacionadas

Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial

Recursos também podem ser transferidos para conta corrente.

Tribunal julga Moisés nesta sexta pelo caso dos respiradores

A sessão vai acontecer por videoconferência, devido ao risco apresentado pela pandemia, e tem início às 9 horas.

Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio de R$ 2 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h, no horário de Brasília.

Estadual: Daniela veta projeto que destinava R$ 350 milhões para BRs

As mensagens de veto serão enviadas para a Alesc, que decidirá se mantém ou rejeita.