Política

Estrategista de lançamentos digitais avalia candidatura de Pablo Marçal sob a visão do marketing

Para o especialista Eron Rosa, Pablo Marçal utilizará o poder da internet para se tornar a terceira via.

Divulgação

O estrategista de lançamentos digitais Eron Rosa, por meio de seu canal no Youtube, realizou uma análise, sob o ponto de vista do marketing, da candidatura de Pablo Marçal a presidente da República pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Em grande evento realizado em Brasília, Pablo Marçal, com coleta à prova de bala e seguranças, anunciou a transição de carreira.

Com isso, do mundo do empreendedorismo passa a atuar dentro do cenário político nacional. Pablo Marçal é cristão e soma mais de 15 milhões de seguidores nas redes sociais. É especialista em crescimento pessoal, profissional e inteligência emocional, com mais de 13 mil horas de treinamento e mais de mil palestras ministradas. Foi o executivo mais jovem do Brasil Telecom, antes de se tornar multiempreendedor e atualmente é um dos maiores fenômenos das redes sociais.

Divulgação

“Talvez seja cara mais estratégico que esse mercado já viu. E como ele fala: ‘na internet, tudo é intencional’. No início deste ano, ele virou notícia em portais, blogs, sites, canais de televisão. Todo mundo falava sobre o ato que ele havia praticado. Ele pegou 32 pessoas, levou para o Pico dos Marins, em São Paulo, para uma imersão. Chegando lá, houve problemas climáticos e foi preciso chamar ajuda dos bombeiros”, relata o youtuber.

Com isso, Pablo Marçal acabou sendo proibido pela Justiça de repetir tal feito. “Todas as emissoras o bombardeavam manhã, tarde e noite. Isso virou um movimento de hate [ódio] e ataque de uma maneira muito grande. Este não foi o primeiro episódio envolvendo Pablo Marçal, mas, após este episódio específico, ele lançou um curso, um infoproduto, e eu quero acrescentar aqui que foi um dos maiores lançamentos dele. E esta é a primeira estratégica que aponto: ele é doutor de transformar energia negativa em faturamento”, observa.

Conforme o estrategista de lançamento digitais, esta estratégia é chamada de “inimigo oculto”, pois faz com que pessoas que não o conheciam tenham curiosidade de saber quem ele é. Com isso, acessam seu trabalho e parte deste público acaba se identificando e se tornando novos seguidores na rede social. “Fazer esta gestão de crise é o grande segredo do Pablo Marçal”, comenta.

O profissional acrescenta ainda que os conteúdos são criados sempre com o intuito de chamar a atenção das pessoas. “Ele lutava, brigava no chão com as pessoas. Naquele processo de treinamento, cursos, palestras dele, existiam vídeo extremamente chamativos, que viralizaram. Pablo Marçal se tornou o que se tornou através disso. Ele é um cara que sabe utilizar o poder da internet e, mais do que isso, ele sabe entender o que há de subliminar por trás de tudo o que existe neste campo”, detalha.

Divulgação

Na ótica do marketing, conforme Eron Rosa, ele sabe usar o poder de converter negativismo ou viralização em produto. O especialista ainda acrescenta que o presidente Jair Bolsonaro foi eleito presidente graças ao poder da internet, já que não tinha acesso ao horário nobre da televisão. “Ao entender claramente o poder da internet e as estratégias, eu acredito fielmente que Pablo Marçal poderá ser um bom candidato e, talvez, uma terceira grande via”, afirmou.

Caso Pablo Marçal não seja eleito, o especialista acredita que, mesmo assim, frutos serão colhidos. “E se esse cara apenas estiver utilizando de todo o movimento na internet e meios de comunicação falando sobre Pablo Marçal? As pessoas o vendo em todos os cantos, olha o tamanho do alcance criado em cima da marca e dos produtos dele. Inclusive, quando começou este burburinho, ele fazia a venda subliminar de um produto, no valor de R$ 8,88 com QR Code no evento. Se você entregar no link da bio dele no Instagram, você vai ver o produto Governantes do Brasil – Escola de Políticos. Então ele não faz nada sem ter intenção. Pode ser um dos maiores movimentos do marketing digital que esse mercado já viu com a visibilidade que ele terá”, opina.

Divulgação

Em relação às objeções pelo fato de Pablo Marçal ser cristão, o youtuber também argumentou. “Eu também sou cristão e eu acredito que sim, a política é lugar para os cristãos. Quando eu olho para esse cara e vejo a forma que ele governa seus negócios, a sua família, eu vejo nele potencial para governar o nosso país. Talvez ele não entenda de política, mas se ele tiver uma boa assessoria, e ele tem grana e culhão, em pouco tempo ele vai aprender sobre política e poderá escalonar”, conclui.

Notícias Relacionadas

Cachorro “aussaltante” é flagrado ao levar salame de padaria em Criciúma; veja vídeo

Tutor do animal se dispôs a pagar pelo prejuízo, mas padaria deixou salame de cortesia

Sequestro relâmpago acaba em grave acidente em SC

Duas pessoas foram feitas reféns no sequestro relâmpago; o criminoso tomou a direção do carro, mas bateu em seguida

Cidades da Serra têm alta de até 60% na economia em maio incomum com neve

Restaurantes, lojas e postos de combustíveis reforçaram lucros com "boom" de turistas

Serra do Corvo Branco é liberada de Urubici até o corte

Equipes coordenadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) trabalham na limpeza da rodovia e na recuperação de encostas há cerca de 10 dias, quando fortes chuvas atingiram Santa Catarina